#Entrevista: Pesquisas Científicas e seu impacto na saúde pública

By | 16 de outubro de 2015

pesquisa-cientifica-saúde-1-2015

Você se interessa pelo universo das pesquisas científicas? Já parou para pensar como funciona o trabalho de um pesquisador? Ou como é desenvolvido um novo remédio ou vacina para curar determinada doença? Em busca dessas respostas, o Blog da Saúde MG conversou com o médico Paulo Sérgio Lacerda Beirão, que é Diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). Acompanhe a entrevista:

1) Dr. Paulo, qual a importância e o impacto social das pesquisas científicas, com destaque para a área da saúde?

São inúmeros os benefícios trazidos pela Ciência e Tecnologia para a saúde. Basta lembrar que a expectativa de vida média da população hoje é cerca do dobro da expectativa de vida do início do século XIX. Isso foi conseguido graças a avanços na área da saúde, como vacinas, antibióticos e outros medicamentos, anestesia, transplantes, higiene, diagnósticos precoces, etc, e também avanços em outras áreas, como produção de alimentos, habitações, etc, todos resultantes de pesquisa.

2) E qual o caminho percorrem as pesquisas científicas entre sua produção e a possível liberação de um novo produto para aplicação na área da saúde?

O avanço é lento, porque a liberação de nova tecnologia ou procedimento terapêutico tem que ser precedido de pesquisas que garantam sua segurança e eficácia. Principalmente em relação à segurança, ela deve ser avaliada também com relação a possíveis efeitos tardios, o que implica necessariamente em pesquisas de longo prazo. Estima-se que de cada 10 mil candidatos a medicamentos apenas um chegue às prateleiras das farmácias. Isso porque esses candidatos vão sendo selecionados inicialmente em testes de laboratório, seguido de experimentação animal, antes de serem testados em seres humanos. Em cada uma dessas etapas de triagem o número de substâncias candidatas é reduzido. Por isso frequentemente há frustrações de expectativas, por uma substância se mostrar menos eficaz ou mais tóxica do que seria desejável.

3) Qual o papel da Fapemig promoção de pesquisas na área de saúde pública? Como é desenvolvido esse trabalho?

A Fapemig estimula tanto pesquisas originadas de ideias propostas por pesquisadores, como também induz pesquisas em áreas onde há interesse social na busca de soluções para problemas de saúde existentes. Para isso mantemos estreito diálogo com órgãos responsáveis pela saúde pública, que fornecem as informações sobre as pesquisas necessárias. No Brasil, o nosso Sistema Único de Saúde é uma extraordinária fonte de informação sobre os problemas que devem ser priorizados na pesquisa científica.

Por Pollyana Teixeira

Deixe uma resposta