#SaúdeEntrevista: Pesquisadora da Fiocruz alerta para o uso de antibióticos

By | 19 de novembro de 2015
Crédito: Gutemberg Brito / Reprodução.

Crédito: Gutemberg Brito / Reprodução.

A resistência aos antibióticos pode afetar pessoas de qualquer idade em qualquer lugar do mundo. O Alerta é da Organização Mundial da Saúde (OMS), que promove, até o dia 22 de novembro, a Semana Mundial do Uso Consciente de Antibióticos. O objetivo é conscientizar a população, os profissionais de saúde e gestores públicos sobre a resistência causada pelo uso indiscriminado de antibióticos. Em entrevista, a pesquisadora da Fiocruz, Ana Paula Assef, revela mais detalhes sobre este assunto:

1) O que são e como devem ser utilizados os antibióticos?

Os antibióticos são medicamentos capazes de matar ou inibir o crescimento de bactérias. Eles devem ser usados apenas no tratamento de infecções bacterianas, de acordo com prescrição médica, e sua eficácia está diretamente relacionada ao agente causador da infecção. Nem todos os antibióticos são adequados para uma mesma infecção.

2) Por que a resistência aos antibióticos tem aumentado?

O uso indiscriminado desses fármacos por instituições de saúde, pela população e em práticas agropecuárias tem contribuído para o aumento da resistência aos antibióticos. A rotina hospitalar, por exemplo, conta com uma série de procedimentos invasivos que são portas de entrada para as bactérias – como a utilização de ventilação mecânica e de cateteres venosos. Em consequência ao aumento das infecções hospitalares associadas a estes instrumentos, o uso de antibióticos é intensificado, o que promove a seleção de bactérias resistentes neste ambiente. Outro quadro alarmante que favorece este aumento de resistência é a falta de sistemas de saneamento eficazes, que permite o lançamento de esgoto de hospitais e domicílios, sem o tratamento adequado, no meio ambiente. Na natureza, estas bactérias entram em contato com outros micro-organismos e antibióticos, fomentando um novo processo de seleção que potencializa a resistência. Águas poluídas ou alimentos contaminados podem colocar os indivíduos em contato com a bactéria que retorna ao hospital criando um ciclo. Já as práticas da agricultura e da pecuária também contam com o uso dessas substâncias em grandes quantidades. Um exemplo é o emprego do antibiótico como agente promotor de crescimento em porcos e galinhas.

3) Quais são os riscos da utilização incorreta de antibióticos para os pacientes?

O indivíduo que utiliza um antibiótico inadequado, em dosagens diferentes da prescrição, ou que interrompem o tratamento sem recomendação médica se coloca em risco, uma vez que estas ações podem agravar a infecção e ocasionar o processo de seleção de bactérias resistentes, podendo tornar o uso do antibiótico ineficaz no caso de uma nova infecção.

» Clique aqui e confira a entrevista na íntegra no site da Fiocruz.

Por Lucas Rocha (Fiocruz)

Deixe uma resposta