#PáscoaSaudável: Consumo de chocolate deve ser feito com moderação

By | 27 de março de 2016
Arte: Maycon Portugal

Arte: Maycon Portugal

A época de Páscoa é sempre recheada de chocolates. Não podemos negar que é uma delícia, mas os chocolates são alimentos ultraprocessados e podem conter alto teor de açúcar e gordura. Por isso, é preciso consumi-los com moderação.

O consumo exagerado de chocolate produto pode provocar excesso de peso e outros distúrbios relacionados, como aumento da glicemia. Também há risco de irritações na pele, no estômago e na mucosa intestinal. A grande quantidade de gordura presente na maioria dos ovos de Páscoa também pode provocar diarreia.

Quem procura opções mais saudáveis deve optar por chocolates caseiros, preparados em casa, sem aditivos, com baixo teor de açúcar e com alto teor de cacau (acima de 70%). O cacau é um alimento muito saudável e possui vários benefícios.

O doce tem ácido oleico, o mesmo encontrado no azeite de oliva, e se consumido em quantidades moderadas pode contribuir para a elevação do bom colesterol (HDL) e a diminuição do colesterol ruim (LDL). O chocolate também é rico em flavonóides com propriedades antioxidantes, as mesmas encontradas no vinho tinto. Consumido com moderação e dentro de uma dieta equilibrada, o produto age como antioxidante e protetor do sistema cardiovascular. Também é considerado um antidepressivo natural, evita os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM) e é um estimulante energético.

#FicaADica

Para evitar a tentação do excesso, não deixe os ovos de Páscoa e chocolates ao alcance da mão, seja em casa, no ambiente de trabalho ou de estudo. As pessoas tendem a comer mais que o necessário quando estão diante de grandes quantidades de alimentos ou quando há oferta de grandes porções. Assim, caso você tenha ganhado uma grande quantidade de chocolate, a nossa dica é compartilhar, um modo simples de redobrar este prazer e evitar que se coma uma grande quantidade.

Atenção!

Crianças menores de dois anos devem evitar o consumo de guloseimas, incluindo chocolate, nos primeiros anos de vida. Uma dica para os pais é: um ovo de 300 gramas deve ser dividido em oito partes. A criança que ganhou de presente deve consumir uma parte por dia. Acima desta quantidade, há risco à saúde.

Fonte: Blog da Saúde

Deixe uma resposta