#SaúdeEntrevista: Dia Mundial da Saúde promove a campanha “Vida Saudável”

By | 7 de abril de 2016

A nutricionista e Diretora de Promoção à Saúde da SES-MG, Daniela Souzalima Campos, fala sobre a importância do Dia Mundial da Saúde. Foto: Marcus Ferreira / SES-MG.

 

Nesta quinta-feira (07/04) é celebrado o Dia Mundial da Saúde. A data foi estabelecida para coincidir com o dia de fundação da Organização Mundial de Saúde (OMS) em 1948. Em sintonia com as ações de promoção à saúde que envolvem esta data, este ano a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) promove a campanha Vida Saudável com o objetivo de propor hábitos mais saudáveis na parte de alimentação e na prática de atividades físicas. Para isso, foi criado um hotsite especial sobre o assunto, além de uma série de posts voltados para as redes sociais. Para falar mais sobre isso, a nutricionista e Diretora de Promoção à Saúde da SES-MG, Daniela Souzalima Campos, conversou com o Blog da Saúde MG sobre a importância de manter hábitos saudáveis. Confira:

1) Qual a importância da instauração do Dia Mundial da Saúde?

A importância da instauração da data se dá devido a necessidade de se conscientizar a população a respeito da importância de se buscar hábitos de vida mais saudáveis e das diferentes razões que podem afetar a saúde.

2) Por que essa data é celebrada em todo dia 07 de abril? Qual a relação do dia com a data?

A data foi estabelecida para coincidir com a data de fundação da Organização Mundial de Saúde, no ano de 1948 pela Assembleia Mundial da Saúde, com a finalidade de se conscientizar a população a respeito da qualidade de vida e dos fatores que afetam a saúde populacional.

O Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) têm incentivado os municípios ao longo dos anos, a realizarem atividades nos dias 6 e 7 de abril em comemoração a data. Essas ações são importantes para a conscientização da população, o desenvolvimento da autonomia e fortalecimento da capacidade de tomada de decisão sobre seus direitos e saúde quando o assunto é promoção da saúde.

3) Manter uma alimentação saudável é importante devido a que fatores? 

Manter uma alimentação saudável e adequada é importante para proporcionar uma melhor qualidade de vida da população, uma vez que contribui para a manutenção do peso adequado e é um fator de proteção para o desenvolvimento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) – doenças do aparelho circulatório, respiratório, doenças endócrinas e neoplasias.

A alimentação adequada e saudável é um direito humano básico que envolve a garantia ao acesso permanente e regular, de forma socialmente justa, a uma prática alimentar adequada aos aspectos biológicos e sociais do indivíduo e que deve estar em acordo com as necessidades alimentares especiais; ser referenciada pela cultura alimentar e pelas dimensões de gênero, raça e etnia; acessível do ponto de vista físico e financeiro; harmônica em quantidade e qualidade, atendendo aos princípios da variedade, equilíbrio, moderação e prazer e baseada em práticas produtivas adequadas e sustentáveis.

4) Qual a relação entre as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) com a falta de atividade física e alimentação inadequada?

As Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) encontram-se dentre os maiores problemas de saúde pública da atualidade no mundo. Em Minas Gerais, elas também assumem uma posição de destaque, uma vez que foram responsáveis por cerca de 70% dos óbitos ocorridos no estado durante o ano de 2012. A inatividade física e a alimentação inadequada, juntamente com o tabagismo e o consumo nocivo de bebida alcoólica são os principais fatores de risco modificáveis para o desenvolvimento das doenças crônicas não transmissíveis. Esses fatores de risco são responsáveis, em grande parte, pela epidemia de sobrepeso e obesidade, pela elevada prevalência de hipertensão arterial e pelos altos níveis de colesterol na população em geral.

5) É recomendável que uma pessoa pratique atividades físicas com que frequência?

A prática regular de atividades físicas é considerada como fator de proteção à saúde das pessoas, colaborando para melhora do condicionamento cardiovascular, saúde óssea, muscular e mental. Segundo as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) é recomendado praticar por semana 150 minutos de atividade física aeróbica, com intensidade moderada.

Atividades em intensidade moderada são aquelas que o coração e a respiração aumentam o ritmo, mas conseguem manter um nível de conversação sem ficar ofegante durante a prática. Por exemplo: caminhadas, andar de bicicleta, hidroginástica, entre outros. Também é recomendável atividades de força no mínimo duas vezes na semana, alternando os grupos musculares.

6) O que caracteriza uma alimentação saudável?

A ingestão de nutrientes, propiciada pela alimentação, é essencial para a boa saúde. Alimentos in natura ou minimamente processados, em grande variedade e predominantemente de origem vegetal, são a base para uma alimentação nutricionalmente balanceada, saborosa, culturalmente apropriada e promotora de um sistema alimentar socialmente e ambientalmente sustentável.  Verduras, legumes, carnes, frutas, arroz, feijão, leite e ovos são alguns exemplos desses alimentos.

Por outro lado, alimentos ultraprocessados como biscoitos, sorvetes, macarrão e temperos instantâneos, salgadinhos de pacote, refrescos, refrigerantes e embutidos são alimentos que frequentemente ricos em gorduras e açucares e comumente apresentam alto teor de sódio. Portanto, é recomendado que seu consumo seja evitado.

7) Quais problemas de saúde podem ser evitados com alimentação adequada e a prática de atividades físicas?

A obesidade, o diabetes, a hipertensão, as doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer estão associados ao consumo excessivo de calorias e à oferta desequilibrada de nutrientes na alimentação. Entende-se por alimentação adequada e saudável a prática alimentar apropriada aos aspectos biológicos e socioculturais dos indivíduos, bem como o uso sustentável do meio ambiente. De modo semelhante, os mecanismos que ligam a atividade física à prevenção e ao tratamento de doenças envolvem principalmente a redução da adiposidade corporal, a queda dos níveis de pressão arterial, a melhora do perfil lipídico, além da melhora da capacidade cardiorrespiratória, da flexibilidade e do equilíbrio. É recomendado pela OMS que os indivíduos adotem níveis adequados de atividade física durante toda a vida. A prática da atividade física associada a uma alimentação saudável contribui fortemente para o aumento do gradiente de saúde da população e da qualidade de vida.

 

Deixe uma resposta