#MitoOuVerdade: Tire as suas dúvidas sobre o vírus Influenza e a vacina contra a Gripe

By | 20 de abril de 2016

banner_gripe_07

Com a chegada do outono e do inverno, uma doença bastante comum entra em cena: a gripe, cuja transmissão é favorecida, nos dias mais frios, pelo maior agrupamento de pessoas em ambientes fechados. Mas, você sabe o que é mito ou verdade sobre esta doença? Confira algumas das perguntas mais frequentes:

A gripe pode matar?
Verdade. Se não for tratada a tempo, a gripe pode causar complicações graves, e inclusive a morte, principalmente nos grupos de alto risco, como crianças menores de cinco anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Existem pessoas mais suscetíveis à infecção pela gripe?
Verdade. Por isso, a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), adotada como estratégia do Ministério da Saúde, determina grupos prioritários para receberem a vacina. O público-alvo desta campanha são pessoas com 60 anos ou mais, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto (em puerpério), crianças entre seis meses e menos de 5 anos de idade, profissionais de saúde, indígenas, pessoas privadas de liberdade, além dos doentes crônicos e transplantados.

É possível prevenir da gripe sem a vacina?
Verdade. A transmissão da gripe ocorre, geralmente, por secreção e pela inalação de partículas de saliva infectada em suspensão no ar. Por isso, para se prevenir contra a gripe, é muito importante mudar alguns hábitos como, por exemplo, lavar a mão com mais frequência e levar o antebraço à boca ao espirrar ou tossir; evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies; não compartilhar objetos de uso pessoal e manter os ambientes bem ventilados são algumas das medidas que podem ser tomadas por todos. Além disso, manter a saúde em dia, com uma alimentação saudável, dormindo bem e realizando atividades físicas periódicas, diminuem também as chances de infecção pelo vírus Influenza, bem como sua evolução para um quadro mais grave.

Beber bastante líquido ajuda no tratamento da gripe?
Verdade. O tratamento dos sintomas da Influenza sem complicações deve ser realizado com hidratação, medicação sintomática, alimentação leve e repouso. Nos casos com complicações graves, o tratamento será específico. É fundamental procurar atendimento nas unidades de saúde, para que haja identificação precoce de risco para agravamento da doença.

Devo correr para tomar a vacina antes da Campanha?
Mito. As datas para realização das campanhas de vacinação da Influenza (gripe) são programadas de acordo com o perfil epidemiológico de maior circulação do vírus no Brasil. Como é no inverno que acontece o maior risco de transmissão, em virtude das baixas temperaturas e da maior permanência das pessoas em locais fechados, as campanhas são realizadas no outono.

A vacina oferecida na rede privada é melhor que a vacina ofertada pelo SUS?
Mito. O Brasil possui um excelente Programa Nacional de Imunizações (PNI), que não só oferece uma gama muito abrangente de vacinas de qualidade, como essas são conservadas e aplicadas de forma adequada nas unidades do setor público, não havendo justificativa técnica para se deixar de vacinar os filhos na rede do SUS. Os êxitos alcançados pelo PNI renderam reconhecimento e respeitabilidade mundial ao Brasil.

É verdade que podemos ficar gripados ao tomar a vacina?
Mito. A vacina da gripe é feita por fragmentos de vírus mortos, portanto incapaz de produzir doença. Vale, no entanto, ressaltar que o efeito protetor da vacina tem início após cerca de 2 semanas, tempo necessário para que os anticorpos induzidos pela vacina possam ser produzidos.

Se eu já tiver pegado a gripe H1N1, ainda preciso tomar a vacina?
Verdade. Quem foi infectado fica imunizado por um tempo, mas depois pode voltar a contrair a doença.

Já me vacinei no ano passado. É verdade que preciso me vacinar novamente?
Verdade. A constante mudança dos vírus Influenza requer uma frequente reformulação da vacina, de forma que é necessário se vacinar anualmente contra a gripe.

Pessoas alérgicas a ovo não podem tomar a vacina?
Verdade. Como muitas vacinas, a vacina contra a gripe possui em sua composição proteínas como a ovoalbumina, agente causador da anafilaxia (alergia grave) ao ovo.

A infecção pelo vírus da gripe pode provocar alguma complicação para o bebê de uma grávida, a exemplo do Zika Vírus?
Mito. Muitas pesquisas realizadas envolvendo números elevados de pacientes não foram capazes de correlacionar a Influenza com malformações congênitas. Não se encontrou nenhuma evidência de transmissão transplacentária do vírus da gripe ou de produção de auto-anticorpos em gestações complicadas por infecções de gripe.

Há riscos para os bebês de grávidas que são vacinadas?
Mito. A gestante não só pode como deve tomar a vacina para a prevenção da Influenza, seja em qualquer fase da gestação. Aliás, a gestação é um excelente momento para vacinar. O bebê ficará protegido pela passagem de anticorpos via placenta até que possa receber a vacina, após os seis meses de vida.

Quem toma a vacina pode doar sangue?
Verdade. No entanto, a doação deve ser feita, pelas pessoas que atendam aos requisitos, depois de 48 horas contadas a partir do dia da vacinação.

Deixe uma resposta