Pesquisa mostra que é preciso melhorar os hábitos alimentares entre adolescentes

By | 11 de julho de 2016

banner_lanche saudavel_2016

Dados do Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (Erica), realizado pelo Ministério da Saúde, aponta que os refrigerantes estão entre os seis alimentos mais consumidos por adolescentes. As frutas sequer aparecem na lista. Além disso, a pesquisa mostra que 8,4% de meninos e meninas entre 12 e 17 anos têm obesidade. Clique aqui e confira mais detalhes desta pesquisa.

Por isso, a portaria que define as Diretrizes para Promoção da Alimentação Adequada e Saudável do Ministério da Saúde determina que a maior parte da oferta em restaurantes da pasta e escolas deve ser de alimentos dos seguintes grupos: cereais, raízes e tubérculos, verduras e legumes, frutas, castanhas e outras oleaginosas, leite e derivados, carnes, ovos e pescados. Também fica proibida a venda, promoção, publicidade ou propaganda de alimentos industrializados ultraprocessados com excesso de açúcar, gordura e sódio e prontos para o consumo.

O Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes reúne dados de cerca de 75 mil estudantes de 12 a 17 anos. São alunos de 1.247 instituições públicas e privadas distribuídas em 124 municípios, todos eles com mais de 100 mil habitantes. O estudo é uma parceria do Ministério da Saúde com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O estudo apontou que a dieta dos adolescentes brasileiros é caracterizada pelo consumo de alimentos tradicionais, como arroz (82%) e feijão (68%), e ingestão elevada de bebidas açucaradas (56%) e alimentos ultraprocessados, como refrigerantes (45%), salgados fritos e assados (21,88%), e biscoitos doces e salgados, sendo o refrigerante o sexto alimento mais referido (45,%).

Esse padrão associa-se à elevada inadequação da ingestão de cálcio, vitaminas A e E e ao consumo excessivo de ácidos graxos saturados, açúcar livre e sódio – mais de 80% consomem sódio acima dos limites máximos recomendados (5 gramas por dia).

A prevalência do consumo de frutas foi baixa, e esse grupo de alimentos ficou entre os 20 mais consumidos somente entre os meninos de 12 a 13 anos (18%). A região Sul apresentou a maior prevalência de consumo de refrigerantes (51%). As hortaliças (54%) configuraram entre os cinco alimentos mais consumidos somente na região Centro-Oeste.

 

Fonte: Portal Brasil

Deixe uma resposta