Pesquisa revela que mais adolescentes buscam por serviços de saúde

By | 2 de setembro de 2016

blog-adolescentes-01

A nova edição da Pesquisa Nacional de Saúde Escolar (Pense 2015), realizada pelo Ministério da Saúde, em parceria com o IBGE e Ministério da Educação, mostra que aumentou o número de adolescentes que buscam  por serviços de saúde. Estudantes de 13 a 15 anos participaram do estudo e os resultados indicam aumento de 14,8% entre 2012 e 2015 na procura por unidades ou profissionais de saúde.

De acordo com pesquisa, divulgada na última sexta-feira (26/08), 55,3% dos estudantes do 9º ano do ensino fundamental recorreram a algum profissional ou unidade de saúde do país no ano passado. 45,1% do adolescentes afirmaram ter ido a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e 22,8% procuraram atendimento em consultórios médicos ou clínicas particulares. 73% dos estudantes afirmaram ter uma avaliação positiva da própria saúde.

A pesquisa foi realizada no período entre abril e setembro de 2015 e foram ouvidas mais de 102 mil estudantes que cursam o 9º ano (antiga 8ª série) do ensino fundamental, em 3.040 escolas públicas e privadas da zona rural e urbana de todo o Brasil. A maioria dos alunos tinha entre 13 e 15 anos e o resultado reflete o comportamento de mais de dois milhões e meio de adolescentes que cursam o 9º ano.

Caderneta da Saúde

Vale lembrar que, para dar maior visibilidade ao público adolescente, bem como subsidiar os serviços em saúde na atenção integral, o Ministério da Saúde lançou, no ano passado, a nova edição da caderneta de saúde do Adolescente.

Apresentada em duas versões (Uma para ela e outra para ele), a publicação dar suporte aos jovens com relação à saúde bucal, sexual e reprodutiva, vacinação, traz dicas de alimentação saudável e a garantia da avaliação dos seus principais aspectos como crescimento e desenvolvimento.

Fonte: Ministério da Saúde

Deixe uma resposta