BH apresenta alerta de baixa umidade e alta temperatura

By | 8 de setembro de 2016

 banner_beber-agua_1

O período mais seco e a baixa umidade relativa do ar podem trazer algum problemas à saúde, principalmente para pessoas que têm ou tiveram sintomas de doenças do aparelho respiratório. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o nível ideal da umidade relativa do ar para o organismo humano gira entre 40% e 70%.

Acima desses valores, o ar fica praticamente saturado de vapor d’água, o que interfere no nosso mecanismo de controle da temperatura corporal exercido pela transpiração. Quanto mais alta a temperatura e mais úmido o ar, mais lenta será a evaporação do suor, que ajuda a dissipar o calor e a resfriar o corpo.

Na tarde desta quinta-feira (08/09), por exemplo, a Defesa Civil de Belo Horizonte indicou estado de alerta para a capital mineira. Durante todo o dia a massa de ar seco manteve baixos índices de umidade e à tarde chegou em torno de 20%. Por isso, é muito importante adotar alguns hábitos. São eles:

  • ingerir muito líquido ao longo do dia. Água, água de coco e sucos naturais são ótimas opções para evitar a desidratação;
  • optar pela ingestão de alimentos leves e frescos, como saladas, frutas e carnes grelhadas;
  •  evitar o consumo de frituras, pois elas dificultam a digestão;
  • dormir em local arejado e, caso necessário, colocar uma bacia de água ou pano molhado próximo da cama para umedecer o ar;
  • evitar atividades físicas ao ar livre e exposição ao sol entre às 10h e 17h;
  • Evitar banhos com água muito quente, pois ressecam  ainda mais a pele.

Fique atento! Em caso de incêndio ou queimadas, avise imediatamente o Corpo de Bombeiros (192), Defesa Civil (199) e Polícia Militar (190).

Deixe uma resposta