#Oportunidade: Utramig inicia cursos de qualificação exclusivos para mulheres

By | 25 de outubro de 2016

content_mulheres_mil

Sala cheia, aprendizados em diversas áreas, muitas experiências em comum e alunas empolgadas. Foi assim a abertura, na semana passada, dos cursos de Auxiliar de Confeitaria e Auxiliar Administrativo, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Em Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, mulheres já frequentam os cursos de Artesão de Biojoias e também o curso de Preparador de Doces e Conservas.

Na cidade de Machacalis, no Vale do Mucuri, também foi formada uma turma de Artesão de Biojoias – fabricação de joais que privilegia materiais locais, sementes da região, pedras, recicláveis, como casca de coco, entre outros. Em Ribeirão das Neves, também na RMBH, dois cursos de Assistente Administrativo serão ministrados: um teve início na quarta-feira (20/10) e, o outro, na mesma área de Empreendedorismo vai começar no dia 27 deste mês.

As alunas do Programa Pronatec/FIC Mulheres Mil, realizado pela Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais (Utramig), são mulheres em situação de vulnerabilidade e, em sua maioria, beneficiárias do Programa Bolsa Família. Segundo a diretora da Utramig, Vera Victer, juntas em um mesmo ambiente, as mulheres trocam experiências e têm acesso à educação profissional, um empoderamento para que rompam a condição e consigam se inserir no mercado e na sociedade garantindo seus direitos.

Em Sabará, a disposição para o aprendizado é visível porque o curso de Confeitaria, além de abrir possibilidades de emprego, é uma área em que as mulheres gostam e levam jeito por já terem conhecimentos anteriores. “Quero aprender e encontrar um emprego na área de auxiliar de padeiro. O meu último emprego, de operadora de caixa, era muito arriscado e cheio de tensões, então resolvi investir em uma área que gosto porque a cozinha sempre foi uma área de interesse”, observa a aluna Cristiane Francisca Nóbrega.

  • Clique aqui para ler a matéria completa no site da Agência Minas.

Deixe uma resposta