#MitoOuVerdade: chá de hibisco, chá verde… são bons mesmo?

By | 20 de abril de 2017
Arte: Maycon Portugal

Arte: Maycon Portugal

O consumo de chás, como o de hibisco e o chá verde, tem sido considerado benéfico como potencial emagrecedor e antioxidante. Mas será que faz mesmo bem à saúde? Existem riscos no consumo excessivo desses chás? Qual seria uma medida recomendada?

Alguns estudos relacionam o chá de hibisco a ações diuréticas, de proteção do fígado, hipocolesterolêmica, antihipertensiva, anticarcinogênica e antioxidante; entretanto ainda é escasso o número de estudos que relacionam o seu uso e benefícios para saúde, e que avaliam possíveis efeitos toxicológicos em diferentes quantidades de consumo.

  • Clique aqui para saber dicas e informações sobre “Vida Saudável”.

O chá verde contém compostos bioativos que já foram relacionados a ações antioxidantes, termogênicas, anti-inflamatóriaas, antiateroscleróticas, hipocolesterolêmicas, hipoglicemiantes e anticancerígenas, o que pode auxiliar no tratamento de doenças crônicas, como as cardiovasculares, diabetes, obesidade e câncer . Entretanto, esses efeitos dependem da quantidade de chá consumida e de sua biodisponibilidade e não há um consenso sobre a dose necessária para se obter esses efeitos.

Concluindo, a disponibilidade de estudos que comprovem benefícios e malefícios desses chás ainda é escassa e ainda não há consenso quanto à dose e ao modo de administração ideais.

Deixe uma resposta