#SaúdeEntrevista: Saiba mais sobre a gripe, sintomas e formas de contágio

By | 21 de junho de 2017
Crédito: Divulgação SES-MG

Crédito: Divulgação SES-MG.

O inverno começa nesta quarta-feira (21/06). Neste período do ano em que as temperaturas ficam mais baixas e o ar mais seco é importante atentar para os cuidados necessários para prevenir e transmissão de bactérias e vírus causadores de doenças respiratórias, como a gripe. Clique aqui e confira uma matéria completa no site da SES-MG. Para falar mais sobre este assunto, o Blog da Saúde MG conversou com a Diretora de Vigilância Epidemiológica da SES-MG, Janaína Fonseca de Almeida. Confira:

1) O que de fato caracteriza a gripe?

A gripe é uma infecção viral aguda do sistema respiratório. É transmitida de forma muito fácil e tem distribuição global. Um indivíduo pode contraí-la várias vezes ao longo da vida. Em geral, é benigna, contudo, pode apresentar-se também na forma grave.

2) Quais são os principais sintomas?

Classicamente, o quadro clínico da influenza sazonal tem início abrupto, com sintomas de síndrome gripal (SG), como febre, tosse seca, dor de garganta, dor no corpo, dor de cabeça e prostração. Geralmente, tem resolução espontânea em aproximadamente sete dias, embora a tosse, o mal-estar e a fadiga possam permanecer por algumas semanas e, em alguns casos, principalmente em indivíduos com fatores e/ou condições de risco, pode evoluir para síndrome respiratória aguda grave (SRAG), caracterizada pelo indivíduo de qualquer idade, internado com síndrome gripal e que apresente dificuldade para respirar ou desconforto respiratório.

3) Quando é que a gripe se torna uma doença grave? Com quais sintomas a pessoa deve ficar atenta?

Quando vira uma Síndrome Respiratória Aguda Grave. A pessoa deve ficar atenta aos sinais de complicação, como dificuldade de respirar, coração acelerado, persistência ou aumento da febre por mais de três dias, piora de alguma doença de base já existente, desidratação.

diferença entre gripe e resfriado

4) Qual a diferença entre gripe e resfriado?

O resfriado caracteriza-se pela presença de sintomas relacionados ao comprometimento das vias aéreas superiores, como entupimento do nariz, tosse, rouquidão, febre variável e, menos frequentemente, mal-estar, dor no corpo e dor de cabeça. O quadro geralmente é brando, de evolução benigna (2 a 4 dias). A gripe inicia-se com instalação abrupta de febre, acima de 38ºC, seguida de dor no corpo, dor de garganta, prostração, dor de cabeça e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias.

5) Quais são os hábitos que as pessoas devem adotar para evitar contrair a gripe?

Lavar as mãos com frequência, evitar locais aglomerados, ao tossir ou espirrar utilizar a parte interna do braço, enfim, medidas de higiene respiratória.

6) No inverno há maior chance de contágio? Se sim, por qual razão?

Sim, uma vez que no inverno a circulação dos vírus respiratórios é maior. A influenza é uma doença de comportamento sazonal, com o aumento do número de casos no inverno.

7) Há pessoas mais suscetíveis à infecção pela gripe?

Sim, pessoas com fatores de risco: grávidas, puérperas, pessoas com problemas pulmonares, cardíacos, nefropatias, hepatopatias, doenças do sangue, diabetes, transtornos neurológicos, imunossupressão, obesidade, adultos maiores de 60 anos, crianças menores de 5 anos, população indígena.

  • Para saber mais sobre a Gripe e como se prevenir desta doença, clique aqui.

Deixe uma resposta