#Solidariedade: Que tal ser um voluntário do Projeto Octo?

By | 14 de julho de 2017

Para bebês prematuros, os estímulos mais delicados podem significar um crescimento do tamanho da própria vida. Por isso, o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) aderiu ao Projeto Octo, que tem ajudado bebês recém-nascidos e antes do tempo a se sentirem mais seguros e confortáveis nas incubadoras das maternidades.

O projeto que nasceu na Dinamarca e estimula a fabricação de polvos de crochês para esses bebês. Os bichinhos viram companheiros inseparáveis dos pequenos durante o delicado período de desenvolvimento.

img_4821

Ao se abraçarem no brinquedo, os nenéns são remetidos ao cordão umbilical por meio dos macios tentáculos. Desta forma, retomam a segurança como se estivessem no útero materno. A equipe médica do Hospital Universitário de Aarhus, município da Dinamarca, registrou melhoras nos sistemas cardíacos e respiratórios e aumento no nível de oxigênio no sangue dos bebês depois que os polvos foram adotados.

Os polvos têm de ser 100% algodão e os tentáculos não podem passar de 22 centímetros. O Servas precisa de voluntários para fabricá-los. Os bichinhos serão doados para as unidades neonatais de tratamento intensivo das maternidades do Sistema Único de Saúde (SUS) de Belo Horizonte. Quem tiver interesse em participar dessa ação, pode entrar em contato pelo telefone (31) 3349-2400.

Fonte: Servas

Deixe uma resposta