#Curiosidade: Saiba porque o autoexame não deve ser feito isoladamente

By | 9 de outubro de 2017

saudedamulher_post2

O autoexame das mamas é o procedimento em que a mulher observa e palpa as próprias mamas, visando a detectar mudanças ou anormalidades que possam indicar a presença de alguma alteração.

Atualmente, considerando as evidências disponíveis, o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais(SES-MG) não recomendam a prática do autoexame das mamas como método de rastreamento de câncer de mama.

Entretanto, é fundamental que a mulher conheça seu próprio corpo e sempre esteja atenta a qualquer alteração em seu corpo. O método mais indicado para rastreamento do câncer de mama é a mamografia.

O diagnóstico precoce aumenta as chances de sucesso do tratamento. Em relação à avaliação das mamas preconiza-se:

Mulheres de 40 a 49 anos – realização do exame clínico das mamas para todas as mulheres dessa faixa etária e realização de mamografia, se existir indicação da equipe de saúde.

Mulheres de 50 a 69 anos – realização do exame clínico das mamas e realização de mamografia de 2 em 2 anos, ou em intervalos menores na dependendo do resultado da mamografia anterior. Se você perceber alguma alteração na mama procure a equipe de saúde mais próxima da sua casa. Conhecer o seu corpo e se cuidar é muito importante!

Mulheres com elevado risco para câncer de mama (histórico familiar e/ou histórico pessoal de câncer de mama) – necessária avaliação e acompanhamento individualizado.

Para ter acesso à mamografia, a mulher dentro da faixa etária prioritária, de 50 a 69 anos, deve procurar uma unidade básica de saúde mais próxima e apresentar um documento com foto que comprove a sua idade. Ela será orientada pela equipe de saúde para a realização do exame, que é um Raio-X das mamas, capaz de detectar nódulos cancerígenos ainda em estado precoce, antes mesmo de se tornarem palpáveis ao toque.

Para as mulheres que estão fora da faixa etária prioritária e que apresentam elevado risco para câncer de mama, poderá ser realizado o exame clínico das mamas com um médico especialista. Após esta avaliação, se houver necessidade, o médico solicitará o exame e acompanhamento individualizado.

Saiba mais sobre o câncer de mama: http://www.saude.mg.gov.br/saudedamulher

Deixe uma resposta