#Curiosidade: Alimentos agroecológicos são o foco do Dia da Alimentação Saudável

By | 16 de outubro de 2017

alimentacao saudavel

Que tal nesse Dia Mundial da Alimentação Saudável, comemorado hoje (16/10), você conhecer um pouco mais sobre alimentação agroecológica? Esse tema, escolhido para ser trabalhado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) tem como base o tema proposto pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) “Mude o futuro da migração,investir na segurança alimentar e no desenvolvimento rural”.

A agroecologia é um tipo de prática agrícola que prioriza a utilização dos recursos naturais com mais consciência, respeitando e mantendo o que a natureza oferece ao longo de todo o processo produtivo – desde o cultivo até a circulação dos produtos. Esse tema gera muitas dúvidas, por isso veja nossas dicas:

Agricultora_Heloisa

É verdade que os alimentos orgânicos são mais caros?

Não, os alimentos orgânicos não são mais caros. No entanto, o preço dos orgânicos pode variar de acordo com o local da compra. Nos supermercados, normalmente, são mais caros, e chegam a cobrar até 4 vezes mais. Já nas feiras de produtores, costumam ser mais baratos.

Alguns produtos são sempre mais caros, porque são de adaptação forçada ao nosso ambiente. A batatinha e o tomate, por exemplo, são difíceis de produzir, pois exigem clima ou solo muito diferentes do que as condições em que a gente vive. E isso faz com que custem mais.

A agroecologia é menos produtiva do que a agricultura convencional?

Não, não, a agroecologia é tão ou mais produtiva do que a agricultura convencional. E ainda tem uma vantagem: a produção agroecológica enriquece o solo e é capaz de continuar produzindo indefinidamente. Os agrotóxicos e fertilizantes químicos vão deixando a terra fraca e as águas contaminadas.

Você sabia? A agricultura familiar responde por cerca de 70% dos alimentos consumidos em todo o País.

Adotar a agroecologia é voltar ao tempo antigo?

Na verdade, a lógica de produção agroecológica é repleta de conhecimento e tecnologia. A diferença é que a agricultura convencional segue sempre a mesma receita, enquanto que a agroecologia usa muitas receitas diferentes, com tratamento de ecossistemas tanto produtivos quanto preservadores dos recursos naturais, e que sejam culturalmente sensíveis, socialmente justos e economicamente viáveis, gerando um agroecossistema sustentável.

E então, gostou dessas dicas? Que tal mudar seus hábitos alimentares?

Clique aqui e saiba mais sobre a alimentação agroecológica e o Dia Mundial da Alimentação Saudável.

 

 

 

Deixe uma resposta