#SaúdeDoHomem: Cuidado permanente com a saúde é essencial!

By | 13 de novembro de 2017

com Juliana Silva

Pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde estima que 31% dos homens brasileiros não têm o hábito de ir ao médico e, quando o fazem, 70% tiveram a influência da mulher ou de filhos. Em 2012, outro estudo do órgão apontpu também que os homens são mais suscetíveis às doenças cardiovasculares, possivelmente pelos comportamentos de risco mais frequentes. Em Minas Gerais, dados da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) indicam que as principais notificações de doenças na população masculina, no ano de 2017 foram sífilis, AIDS, tuberculose, Hepatite, Caxumba e Febre Amarela (dados parciais até setembro de 2017).

post_saudedohomem

Por isso, um dos objetivos da campanha promovida pela  SES-MG neste mês de novembro é convencer os homens de que o cuidado com o corpo e com a saúde não tem gênero. Isso porque a maioria dos homens tem dificuldade com o assunto, deixando a saúde para o segundo plano, por medo de que suas preocupações sejam confundidas com sentimentos considerados pouco masculinos como fraqueza, medo, ansiedade e insegurança. Porém, o adoecimento pode acometer a todos.

Mayla Magalhães, diretora de Políticas de Atenção Primária à Saúde da SES-MG, explica que homens e mulheres têm diferenças causas de morbimortalidade diferentes. E que os coeficientes de mortalidade masculina são consideravelmente maiores em relação aos coeficientes de mortalidade feminina. Por isso, além de cuidados cotidianos é importante realizar visitas frequentes aos serviços de saúde para prevenir o surgimento de doenças. Fazendo consultas preventivas, com avaliações de saúde de forma integral.

Além disso, pequenas atitudes podem fazer uma grande diferença para a saúde. “Uma alimentação balanceada, à base de frutas, legumes, verduras e cereais e atividades físicas regulares são importantes para uma vida mais saudável”, reforça Mayla.

Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que as pessoas adotem níveis adequados de atividade física ao longo de toda a vida. Ações como subir dois ou mais andares de escada, realizar deslocamentos caminhando para visitar os amigos, participar de atividades lúdicas, utilizar bicicleta para o trajeto até a padaria, dentre outros, são alternativas de atividade física e contribuem para o indivíduo manter-se ativo. Os momentos de lazer também podem ser utilizados para a prática de atividades físicas, por exemplo: jogar bola, andar de bicicleta ou praticar algum esporte.

Deixe uma resposta