#SexoSeguro: Oficina prepara os profissionais da saúde no SUS para a implementação de PrEP

By | 16 de novembro de 2017
Teste Rapido_PREP_Aids_HIV

Foto: Prefeitura Municipal de Marília / Reprodução.

Em dezembro, o Ministério da Saúde irá oferecer para Brasília-DF e mais 10 estados brasileiro (Amazonas, Bahia, Ceará, Minais Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo) uma oficina de capacitação para os os profissionais da saúde no Sistema Único de Saúde (SUS) sobre Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP). A iniciativa visa sensibilizar os profissionais de saúde que já atuam nos serviços especializados da rede pública para trabalhar na implementação desta profilaxia.

A implementação da Profilaxia Pré-exposição de risco ao HIV (PrEP) no SUS vai ocorrer de forma gradual, focando as populações com risco substancial à infecção pelo HIV. Em 2018, no primeiro semestre, será ampliado para outros dezesseis estados: Acre, Alagoas, Amapá, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe, Tocantins. A meta para 2018 é ter pelo menos um serviço de referência em cada estado ao longo do primeiro semestre. No primeiro ano de implementação da PrEP serão oferecidas 7 mil profilaxias.

A nova estratégia de prevenção, a PrEP, consiste no uso preventivo dos medicamentos tenofovir e entricitabina, combinados num único comprimido. A nova medicação antirretroviral só pode ser usada por pessoa que não seja portadora do vírus HIV. É um comprimido de uso diário.

População Prioritária

No Brasil, a prevalência da infecção pelo HIV encontra-se em 0,4% na população geral. Porém, alguns segmentos populacionais mostram uma prevalência de HIV mais elevada, como homens que fazem sexo com homens (HSH), gays, pessoas transexuais, transgêneros, travestis e trabalhadoras do sexo. Casais que sejam sorodiferentes – que é quando uma pessoa está infectada pelo HIV e a outra não – também estão incluídos no projeto da Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP), em razão de aumentar as opções de prevenção dessas pessoas.

Fonte: Blog da Saúde / Min. da Saúde.

Deixe uma resposta