#DezembroLaranja: Saiba mais sobre o câncer de pele e como evitá-lo!

By | 6 de dezembro de 2017

protetor-solar-dicas-para-escolher-e-usa-lo-corretamente-3

A prevenção do câncer de pele está em pauta durante todo o mês por conta das ações de mobilização em torno do Dezembro Laranja. Mas, você sabia que esse é o tipo é o de maior incidência de casos no Brasil? Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a média é de 181 mil novos casos por ano. A doença pode se manifestar de 3 formas:carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular (não-melanomas) e o mais grave deles, o melanoma.

O melanoma representa apenas 4% dos casos e os não-melanomas correspondem a 90% dos cânceres de pele. A doença pode aparecer, por exemplo, em forma de uma cicatriz mais funda, ou como pequenas pintas, pintas que já existiam e mudaram de cor ou cresceram, e as que sangram.

Os cânceres de pele, com exceção do melanoma, são mais frequentes na população adulta porque dependem mais da exposição solar. Já o tipo melanoma também pode ser causado, além da exposição solar, por fatores genéticos. Portanto, apesar de ser mais comum em adultos, a doença pode afetar recém-nascido, criança, jovem, adulto ou idoso. E mesmo com maior incidência em pessoas de pele clara, todos precisam se prevenir.

Ministério do Trabalho divulgou um alerta para profissionais da jardinagem, da construção civil, da agricultura, da pecuária e da pesca, preparadores físicos, salva-vidas, com relação ao câncer de pele, pois esses profissionais se expõem expõem diariamente e de forma contínua à radiação ultravioleta (UV).

Cuidados

Mas, todas as pessoas devem se cuidar? Claro. Para qualquer idade e tipo de pele, os cuidados são os mesmos: evitar a exposição excessiva aos raios solares, principalmente entre às 10h e as 16h, em todas as estação do ano. E, quando for se expor, usar protetor solar e protetores físicos, como boné e roupas frescas, com mangas e tecidos específicos, já com filtro solar. Abaixo, assista o vídeo abaixo que fala sobre os sinais do câncer de pele e a importância do diagnóstico precoce:

#FicaADica: Se cuide! Use filtro Solar! 

Deixe uma resposta