#ComOAedesNãoSeBrinca: Aplicativo auxilia na prevenção de focos do Aedes aegypti em BH

By | 28 de dezembro de 2017

bh_sem_mosquito2

Você já fez uma vistoria na sua casa, escola ou trabalho para prevenir possíveis focos de água parada e, com isso, eliminar qualquer possibilidade de proliferação do do mosquito Aedes aegypti? Se não, a partir desta semana, a população de Belo Horizonte passa a contar com o aplicativo “BH sem Mosquito”, desenvolvido pela Prefeitura da capital mineira. O aplicativo está disponível gratuitamente para os sistemas Android e IOS.

Trata-se de uma uma ferramenta online que pode ser instalada no smartphone ou tablet que avisa ao usuário quando e onde deve ser feita uma vistoria, eliminando água para evitar possíveis focos do Aedes, transmissor da Chikungunya, Zika e Dengue.

Ainda, por meio do “BH sem Mosquito”, o usuário pode escolher o dia e horário em que o aplicativo emite um alerta, para ser lembrado de fazer uma pequena ronda em casa ou empresa para verificar se há acúmulo de água em algum local. O aplicativo disponibiliza também o mapa de ações, no qual é possível verificar a localização por regional e o número de pessoas utilizando o app.

Este mapa reúne as contribuições dos usuários e pode ser utilizado para nortear as ações do Poder Público, pois é possível filtrar os itens que estão sendo mais trabalhados pela população e também em quais regiões. Além disso, o aplicativo conta com informações sobre o Aedes aegypti, como ciclo de vida, características do mosquito e forma de contágio. É possível também verificar as doenças que podem ser transmitidas, sintomas e tratamentos.

As informações coletadas pelo aplicativo são utilizadas de maneira privada pela Prefeitura de BH, sendo anônima a participação dos usuários. O “BH sem Mosquito” é uma importante ferramenta colaborativa que pode ser utilizada associada a outras ações desenvolvidas para o controle, prevenção e enfrentamento ao vetor, como as vistorias dos Agentes de Combate a Endemias na Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS) e ações de Mobilização Social em saúde.

Fonte: PBH / Adaptação.

Deixe uma resposta