#VidaSaudável: ONU declara o dia 20 de maio como o “Dia Mundial das Abelhas”

By | 8 de janeiro de 2018

Abelhas-Safra-de-mel

Em 2016, as abelhas entraram para a lista internacional dos animais ameaçados de entrar em extinção pelo US Fish and Wildlife Service (FWS) – uma espécie de Ibama dos Estados Unidos. A queda do número de abelhas na natureza se deve, entre outras coisas, pela redução de espaços de vegetação natural para o agronegócio e do crescimento urbano, sobretudo com o aumento da poluição e do uso de pesticidas. Mas, você já parou para pensar na possibilidade de vivermos sem mel no mundo? Assustador, não!?

E, mais do que isso, as abelhas e outros polinizadores — como as mariposas, morcegos e pássaros, permitem a reprodução de diferentes espécies de plantas, incluindo de vegetais consumidos como alimento pelos seres humanos. Ou seja, essa possível extinção pode impactar diretamente na nossa saúde, quando nos damos conta de que pelo menos dois terços da nossa comida vem direta ou indiretamente de vegetais que precisam de abelhas para se reproduzir.

De acordo com a FWS, existem 25 mil espécies de abelha. Para a lista, entraram sete: Hylaeus anthracinus, Hylaeus longiceps, Hylaeus assimulans, Hylaeus facilis, Hylaeus hilaris, Hylaeus kuakea, e Hylaeus mana – todas abelhas de cara amarela, parecidas com a abelhinha comum aqui do Brasil.

Para ajudar a conscientizar a população sobre a importância das abelhas para o meio ambiente e, sobretudo, do cultivo de mel como fonte de renda de produtores rurais e a sua importância alimentar em todo o mundo, a Organização das Nações Unidas (ONU) escolheu, recentemente, o dia 20 de maio para ser comemorado o Dia Mundial das Abelhas.

A data foi proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas para lembrar a importância da polinização para o desenvolvimento sustentável. Insetos podem visitar cerca de 7 mil flores por dia, atuando como agentes fundamentais ao equilíbrio dos ecossistemas, uma vez que as abelhas são fonte de mel e outros produtos que dão oportunidade de sustento para agricultores. Então, confira algumas informações a respeito dos benefícios do mel para a saúde:

Fonte: ONU / Adaptação.

Deixe uma resposta