#Imunização: SES-MG reforça a importância da vacina contra HPV e meningite C

By | 19 de março de 2018
Por Fernanda Rosa / SES-MG
Foto: Marcus Ferreira / SES-MG.

Foto: Marcus Ferreira / SES-MG.

Com foco na prevenção e buscando aumentar as coberturas vacinais no país, o Ministério da Saúde lançou, na última terça (13/03), Campanha Publicitária de Mobilização e Comunicação para a Vacinação do Adolescente contra HPV e Meningites no Sistema Único de Saúde (SUS). Apesar dessas vacinas estarem disponíveis durante todo o ano nas Unidades Básicas de Saúde (também conhecidas como Posto de Saúde) de todo o Brasil, a cobertura vacinal referente a essas doenças ainda é considerada baixa.

Em Minas Gerais, estima-se que cerca de um milhão e 300 mil adolescentes ainda não foram imunizados. Para reforçar o alerta do Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) desdobra o assunto em suas redes sociais, destacando a importância da vacinação, além de contar com um hotsite com informações sobre as principais vacinas ofertadas pelo SUS no seguinte endereço: www.saude.mg.gov.br/vacinacao

Prevenção

A coordenadora de Imunização da SES-MG, Eva Lídia Arcoverde, assegura que a vacina continua sendo a melhor forma de prevenção. “Com relação à vacinação de HPV entre o público de 9 a 14 anos, a cobertura vacinal ainda está muita baixa, sendo de 49% entre as meninas e de apenas 2% entre os meninos. Já no que se refere à meningite C, a cobertura vacinal entre adolescentes de 11 a 14 anos é de 16,10%”, explica Eva Lídia Arcoverde.

Dessa forma, a coordenadora que os responsáveis por jovens ainda não vacinados procurem a Unidade de Saúde mais próxima à sua residência para que a imunização possa ser feita. “Tanto em Minas Gerais como no Brasil, os adolescentes são uma faixa etária mais difícil para alcance da vacinação devido ao fato de não adoecerem e não procurarem os serviços de saúde com frequência. Assim, a melhor estratégia para alcançar esse público é a vacinação nas escolas. Por isso, neste ano de 2018, Minas continuará com a estratégia de atualização do cartão de vacinação dos adolescentes nas escolas”, explica Eva Lídia Arcoverde.

  • Para ler a matéria completa no site da SES-MG, clique aqui.

 

Deixe uma resposta