#FalaRegional: Regional de Saúde de Uberaba recebe alunos da Universidade Federal do Triângulo Mineiro

By | 11 de abril de 2018
Por Sara Braga 

11.04_Visita Alunos_UFTM

Para conhecer a dimensão do Sistema Único de Saúde (SUS), através do funcionamento da Regional de Saúde de Uberaba, alunos do 6º período do curso de enfermagem da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) visitaram, nesta manhã quarta-feira (11/04), o prédio da Regional de Saúde e receberam informações sobre a importância de conhecer o funcionamento dos serviços de saúde pública.

Território e sua importância para a Atenção Primária à Saúde, Vigilância em Saúde e Atenção Primária, a Região Triângulo do Sul e seus territórios, determinantes e indicadores de saúde, dedidas de saúde/doença, Sistemas de informação em saúde e Pacto pela Saúde foram alguns dos temas trabalhados pela referência técnica em Vigilância Epidemiológica, Denise Maciel, e pela coordenadora do Núcleo de Vigilância Epidemiológica, Mirley Azambuja, juntamente com Jessica Scandiuzzi, referência em Atenção Primária.

De acordo com Denise, “a parceria com a universidade é fundamental para que se possa contribuir com a formação dos alunos para uma realidade ampla de saúde, que engloba indicadores, determinantes sociais e o conhecimento da vigilância na atuação prática”. A professora do curso de enfermagem, Camila Romanato, também acha muito importante que os alunos conheçam essa realidade. De acordo com ela, “temos ainda, uma formação muito hospitalocêntrica e procedimental, mas falta uma visão sobre a importância da saúde pública, inclusive porque o SUS vai absorver grande parte desses profissionais, após a graduação”.

Jéssica Scandiuzzi, referência técnica em Atenção Primária da Regional de Saúde de Uberaba, afirma que “a Atenção Primária à Saúde precisa ser fortalecida com profissionais que tenham uma visão mais integral do serviço, e possam prestar uma assistência mais humana e resolutiva”. Já o aluno, Bruno Leal, reconhece o papel da superintendência de saúde na organização dos serviços da região ampliada Triângulo Sul e diz que “a Regional é muito importante no controle e acompanhamento das ações de saúde dos municípios e, além disso, respalda o trabalho dos profissionais, garantindo a qualidade dos serviços” conclui.

Deixe uma resposta