#GabineteDeCrise: Reunião propõe ações que minimizam impacto da Paralisação dos Caminhoneiros

By | 28 de maio de 2018
Crédito: Marcelo Sant'Anna / Imprensa MG.

Crédito: Marcelo Sant’Anna / Imprensa MG.

O governador Fernando Pimentel se reuniu nesta segunda-feira (28/05) no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte (MG), com a equipe do Gabinete de Crise e com representantes dos Poderes Institucionais de Minas Gerais para tratar da crise do abastecimento de combustível e acompanhar as ações em curso por parte do Estado para minimizar os efeitos da paralisação dos caminhoneiros.

O governador ressaltou que as medidas que cabem ao Estado estão sendo adotadas, mas lembrou que a política de preços dos combustíveis, origem do conflito, é de responsabilidade do governo federal.

Em coletiva à imprensa, o governador destacou que a Polícia Militar está trabalhando para permitir que caminhões com carregamentos de medicamentos e combustível para áreas essenciais da saúde e segurança cheguem aos seus destinos e atendam à população.

Saúde Pública

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) também adotou medidas para garantir o atendimento da população. A recomendação é para priorizar os serviços de urgência e emergência. Em relação às vacinas, o estoque está abastecido. Para reforçar o trabalho de entrega de remédios, nesta segunda-feira (28/05) os medicamentos termolábeis e termovirais saíram do almoxarifado da SES-MG em dois caminhões refrigerados para as Regionais de Saúde.

As cirurgias eletivas estão suspensas desde a última sexta-feira (25/05). A decisão partiu dos próprios municípios, tendo em vista que a prioridade, no momento, é a urgência e emergência. A Farmácia de Todos, localizada na avenida do Contorno, número 8495, no bairro Santo Agostinho, em Belo Horizonte, está com o horário de atendimento reduzido e funcionará de 8h às 17h.

Nos SAMUs, as regiões Norte e Oeste são as mais atingidas. As regiões Centro-Sul, Sul e Nordeste do Jequitinhonha estão abastecidas para atender até o início desta semana. Diante desse panorama, foi solicitado um cadastro emergencial, priorizando as regiões Norte e Oeste para prover o combustível por meio da Defesa do Estado de Minas. Os cadastros já estão sendo feitos, e as regiões críticas já estão abastecendo com a autorização efetuada pelo Estado nos postos do Governo de Minas autorizados.

  • Para ver a matéria completa no site da SES-MG, clique aqui.

 

 

Deixe uma resposta