#Hemofilia: Tire suas dúvidas sobre o assunto

By | 4 de janeiro de 2019

4

A hemofilia é uma deficiência da coagulação do sangue, que é passada de pai para filho, sendo predominante entre os homens. Apesar de não ter cura, as pessoas que têm a doença vivem bem se fizerem o tratamento adequado. Neste Dia do Hemofílico (04/01), esclareça suas dúvidas sobre o tema:

A hemofilia é uma doença exclusiva dos homens?

Não, mas ela é predominante nos homens.

A hemofilia tem cura?

Não, mas tem tratamento, oferecido pelo SUS. E se a pessoa seguir o tratamento corretamente consegue ter uma vida praticamente normal.

Como é possível saber se uma criança tem hemofilia?

Logo nos primeiros meses de vida, quando a criança começa a engatinhar, depois a andar, e também levar aqueles pequenos tombos. Nesses pequenos tombos, se começam a aparecer as hemorragias na pele e o bebê torcer o joelho, o tornozelo e eles incharem, é essencial que se procure um profissional de saúde.

Além desses sintomas, algumas vezes, ao se pegar a  criança no colo e surgirem manchas vermelhas no bracinho ou no tórax, essas também são sintomas, bem como deve ser observado se alguém na família tem hemofilia.

O diagnóstico é laboratorial, apoiado em dados clínicos.

Quando o paciente diagnosticado com hemofilia deve iniciar o tratamento?

Assim que o diagnóstico for confirmado, o paciente já começa a receber o tratamento para corrigir a coagulação. Em outros casos, o paciente vai ao hemocentro e recebe o fator de coagulação necessário.

A pessoa diagnosticada com hemofilia pode levar uma vida normal?

Sim, com pequenas restrições. O paciente pode frequentar a escola, trabalho. E também praticar alguma atividade física, que não ofereça atritos com outras pessoas.

Quais são os cuidados que as pessoas diagnosticadas com hemofilia devem ter?

Os cuidados são: Consultar-se com um profissional de saúde, com o hematologista no Hemocentro, fazer o tratamento adequadamente e evitar grandes traumas.

O tratamento para a hemofilia está disponível em todos os estados brasileiros?

Sim. Todos os estados recebem do Ministério da Saúde os medicamentos, hemoderivados ou os recombinantes Fator 8  e Fator 9.  O tratamento é realizado de forma gratuita pelo SUS.

Onde as pessoas diagnosticadas com hemofilia recebem o tratamento?

Nos Hemocentros. Mas, deve-se seguir o fluxo. Primeiro é importante procurar a Unidade Básica de Saúde, que encaminha para o paciente para o Hemocentro.

Acesse o site da Hemominas e saiba mais sobre Hemofilia.

Com informações do Blog da Saúde

Deixe uma resposta