#SaúdeDoAdolescente: Volta às aulas é oportunidade para reforçar a vacinação contra o HPV

By | 18 de fevereiro de 2019
Crédito: Agência Brasil / EBC.

Crédito: Agência Brasil / EBC.

O reinício do período escolar é um momento importante para que pais e filhos fiquem atentos à atualização da caderneta de vacinação. A medida evita a ocorrência de doenças entre os adolescentes, como sarampo, febre amarela, caxumba, rubéola e HPV, dentro e fora do ambiente escolar. A vacina do HPV, doença transmitida pelo papiloma vírus humano, que causa cânceres e verrugas genitais, é administrada na adolescência, para meninas de 9 a 14 anos e meninos com idade entre 11 e 15 anos incompletos.

Tanto a vacina contra o HPV quanto as demais previstas na caderneta de vacinação estão disponíveis gratuitamente nas salas de vacinação, localizadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de todo o país.

>>Clique aqui e saiba mais sobre o HPV.

Caderneta do Adolescente

A Caderneta do Adolescente é fornecida aos os jovens para que eles continuem a se cuidar depois que deixam de serem crianças e passam a cuidar mais de si próprio, inclusive da sua saúde. A caderneta tem duas versões, para meninos e meninas, com dicas sobre alimentação, exercícios físicos, controle de peso e altura e prevenção a Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). Ela ainda serve como um apoio para as famílias conversarem sobre alguns assuntos que costumam ser tabu dentro de casa, como orientação e diversidade sexual.

Com informações do Ministério da Saúde

Deixe uma resposta