#MobilizaçãoSocial: Teófilo Otoni promove ações de prevenção à Tuberculose

By | 27 de março de 2019

Por: Déborah Ramos Goecking

Em alusão ao “Dia Mundial de Enfrentamento à Tuberculose”, celebrado em 24/03, a Regional de Saúde de Teófilo Otoni, juntamente com a Prefeitura Municipal, desenvolveu no dia 21/03 ações preventivas relacionadas ao tema. Foram realizadas palestras, coletas de escarro e realização de testes rápidos em todos os Programas de Saúde da Família (PSF’s) do município.

A tuberculose é uma doença infecciosa e contagiosa causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões, mas também pode atingir outras partes do corpo. É transmitida pelo ar. Quando uma pessoa doente espirra, tosse ou fala, expele os bacilos, que podem ser inalados pela pessoa mais próxima.

Créditos: Déborah Ramos Goecking

Créditos: Déborah Ramos Goecking

De acordo com a referência técnica do Programa de Controle da Tuberculose da Regional de Saúde de Teófilo Otoni, Poliana Marçal, as ações de mobilização social realizadas pelos municípios, em alusão ao Dia Mundial de Combate à tuberculose, são extremamente importantes para alertar a população sobre a ocorrência desse grave problema de saúde pública e oferecer informações que contribuam para a identificação precoce dos casos e melhorar a adesão ao tratamento. “Espera-se também que as ações levem a tuberculose para a pauta de discussão dos profissionais e Gestores de saúde e com isso possamos melhorar o cenário epidemiológico desse agravo em nosso país”, afirma.

Dados

No mundo são registrados aproximadamente 9,6 milhões de casos todos os anos, sendo uma morte a cada 21 segundos. Segundo o último relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), a tuberculose é a doença infecciosa que mais mata jovens e adultos, ultrapassando o HIV/AIDS. No Brasil são notificados aproximadamente 67 mil casos novos e ocorrem 4,5 mil mortes em decorrência da doença (13 brasileiros morrem em média todos os dias de tuberculose).

Em Minas Gerais, foram notificados 3591 casos novos da doença em 2017. No município de Teófilo Otoni, de 2017 a 2018 foram confirmados 86 casos da doença.

Tratamento

A existência de tosse por três semanas ou mais, acompanhada de falta de apetite, perda de peso, cansaço, dor no tórax, suor noturno são alguns dos sintomas da doença. Quando diagnosticado, o paciente passa por um tratamento mínimo de seis meses. Além da medicação diária, é importante a coleta do exame de escarro ao final de cada mês. O tratamento é gratuito e disponível no Sistema Único de Saúde (SUS). O diagnóstico precoce e o tratamento adequado proporcionam a cura da doença.

Saiba mais sobre a tuberculose: www.saude.mg.gov.br/tuberculose

Deixe uma resposta