#SaúdeNoTrabalho: Mês de abril marca a importância da conscientização acerca de acidentes no trabalho

By | 26 de abril de 2019
Arte: Nivaldo Cesar

Arte: Nivaldo Cesar

Lembrado no dia 28 de abril o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, a data é uma oportunidade de reflexão sobre os cuidados com a saúde e a vida daqueles que exercem atividades laborais. É o momento para alertar empregados e empregadores, de todos os níveis de governo e empresas privadas, sobre a importância de se  prevenir e reduzir a ocorrência de acidentes e doenças no ambiente de trabalho, além de melhorar o bem-estar físico, mental e social dos trabalhadores.

De acordo com a edição de 2017 do Anuário Estatístico de Acidentes de Trabalho (AEAT), da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda, foram registrados no Brasil 1.757.410 casos de acidentes de trabalho no período de 2015 a 2017. Em Minas Gerais foram registrados 178.635 acidentes de trabalho nesse período, o que equivale a aproximadamente 10% do total dos acidentes do país.

Segundo o Observatório de Saúde e Segurança do Trabalho de 2017, Minas Gerais possuía, em 2015, 4.821.116 postos de empregos formais e, nesse mesmo ano, houve 21.698 afastamentos por doença ou acidente ao trabalhador ou a trabalhadora.

Também é expressivo o número de óbitos por acidentes de trabalho no Brasil. Em 2016, ocorreram 3.136 mortes, das quais 179 foram em Minas Gerais.

Esses números podem ser maiores, pois muitas pessoas sofrem acidentes e não informam que a situação está relacionada ao trabalho e também porque, em muitos casos, os profissionais que prestam o atendimento não fazem essa apuração, o que gera uma grande subnotificação.

Como reduzir os acidentes de trabalho?

Para reduzir os acidentes de trabalho a melhor estratégia é a prevenção. Para isso, as empresas devem:

  • Ter uma política de segurança;
  • Ter um responsável pela área de segurança da empresa;
  • Orientar os colaboradores, divulgar informações, corrigir erros e solicitar sugestões sobre ações de segurança do trabalho na empresa;
  • Inspecionar regularmente a empresa e certificar que a equipe está seguindo as políticas implementadas;
  • Ofertar ferramentas necessárias para a execução das tarefas;
  • Ofertar equipamentos adequados e novos aos trabalhadores;
  • Ofertar treinamento regulares para todos os cenários que representem risco de acidentes.
  • Investigar os acidentes de trabalho e criar planos de ação para evitar futuros acidentes.

Deixe uma resposta