Monthly Archives: abril 2019

#Imunização: Saiba o que é verdade ou mentira sobre a vacinação em gestantes

Como proteger o bebê quando ele ainda está na barriga? Vacinando as mães! As vacinas são importantes durante a gravidez, momento de descobertas e dúvidas para a mulher. Além de zelar pela própria saúde, a gestante transfere para o bebê os anticorpos obtidos com a vacinação — primeiro por meio da placenta e, depois, pelo leite materno. Essa proteção é fundamental nos primeiros meses de vida da criança, já que o sistema imunológico ainda está se desenvolvendo e fortalecendo.

O Ministério da Saúde oferta gratuitamente, por meio do Programa Nacional de Imunizações, quatro vacinas para gestantes: dTpa (difteria, tétano e coqueluche); dT (difteria e tétano); hepatite B. Além disso, tem a contra gripe (influenza), que é ofertada durante campanhas anuais.

 Fonte: Blog da Saúde

#DoaçãoDeSangue: Hemominas em Governador Valadares abre nos sábados 13 e 27 de abril

doação de sangue_2016

O Hemocentro Regional de Governador Valadares vai funcionar para atendimento aos candidatos à doação de sangue neste sábado, 13/04, e no último sábado do mês, 27/04. A unidade, localizada na rua Barão do Rio Branco, 707 – Centro, estará aberta das 7h30 às 11h.

A previsão da equipe é atender 50 doadores de sangue em cada sábado.

Saiba mais:

Antes de doar, conheça os critérios para doação de sangue. As informações também podem ser conferidas pelo telefone 155 – opção 1.

Por Ascom Hemominas

#DeuNaMídia: Secretário de Saúde participa de entrevista dos 100 dias de Governo

O Secretário de Estado de SaúdeCarlos Eduardo Amaral Pereira da Silva, participou na manhã desta quarta-feira (10/04), do Programa Central 98, da rádio 98 FM. Na oportunidade, o Secretário ressaltou a importância da mobilização e participação da sociedade na prevenção  e diminuição dos focos do Aedes , bem como o trabalho do Governo, que deve se dar através de um plano de ação de longo prazo com metas muito estabelecidas.

Carlos Eduardo também lembrou a todos sobre a vacinação e aproveitou para enfatizar acerca da campanha de vacinação contra a gripe, que se iniciou hoje. “É fundamental a vacinação em quem faz parte do grupo prioritário. A vacinação traz benefícios para a sociedade”, pontuou ele.

O programa também contou com a participação de  outros secretários de estado. Assista à entrevista completa:

#AtençãoPrimária: Ministério da Saúde lança o programa que financia Unidades Básicas de Saúde com horário estendido de funcionamento

foto__dia_do_medico-401017

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) que ampliarem horário de atendimento receberão mais recursos do Governo Federal. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta terça-feira (09), durante a Marcha dos Prefeitos, em Brasília. A medida prevê que a população tenha acesso aos serviços básicos, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, testes de rastreamento para ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), recém-nascidos e gestantes, aplicação de vacinas, consultas pré-natal, entre outros procedimentos, durante os três turnos.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, destaca que o objetivo é ampliar a disponibilidade dos serviços em horários compatíveis aos dos trabalhadores brasileiros, conferindo maior resolutividade na Atenção Primária. “É um modelo que funciona bem para todos, cidades pequenas, médias e grandes. Imagina só a situação de uma mulher e marido que começam a trabalhar às 6h da manhã. A esta hora, o posto está fechado. No almoço, porque o funcionamento é de apenas 40h, também está fechado. Na volta para casa, o posto também está fechado, porque o expediente vai só até às 17h, em média. O que resta, então? As UPAS e hospitais, que ficam lotados e é justamente isso que vamos trabalhar para resolver”, disse.

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) vão poder ter horário de funcionamento maior que as habituais 40 horas semanais. O programa e passa a custear as unidades que estenderem o expediente diário. O município e o Distrito Federal poderão escolher entre os três formatos de carga horária para funcionamento das unidades: UBS 60h, UBS 60h com saúde bucal ou UBS 75 horas semanais.

Ao aumentar o expediente diário das UBS, os cidadãos que não conseguem ir em horário comercial terão mais facilidade para acessar o serviço. Com a unidade aberta até um pouco mais tarde, espera-se reduzir o volume de atendimentos de pacientes de baixo risco em unidades de pronto atendimento e emergências hospitalares.

Como o primeiro contato do cidadão com o SUS é por meio da Atenção Primária em Saúde (APS), o programa busca ofertar atendimento não apenas próximo às residências, mas também perto dos locais de trabalho. Vai aumentar também a participação da gestão federal no cofinanciamento da APS.

Com a nova medida, os gestores poderão decidir se as UBS funcionarão 60h ou até 75h por semana. Com isto, unidades que recebiam R$ 21,3 mil para custeio de até três equipes de Saúde da Família receberão cerca de R$ 44,2 mil, caso o gestor opte pela carga horária de 60h semanais – um incremento de 106,7% ao incentivo de custeio recebido pela unidade. Nesse mesmo modelo, caso a unidade possua atendimento em saúde bucal, o aumento pode chegar a 122%, passando de R$ 25,8 mil para R$ 57,6 mil.

Já as unidades que recebem atualmente cerca de R$ 49,4 mil para custeio de seis equipes de Saúde da Família e três de Saúde Bucal e funcionarem com carga horária de 75h, receberão R$ 109,3 mil se aderirem à nova estratégia – um aumento de 121% no custeio mensal. Atualmente, a maior parte das UBS funcionam por 40h semanais.

Os gestores locais de saúde terão autonomia para indicar quais serão as unidades que terão o horário de atendimento ampliado, dentro de critérios estabelecidos e de acordo com a demanda e realidade local. A medida também permite mais flexibilidade na organização da Atenção Primária, como carga horária de profissionais da Estratégia Saúde da Família, que poderão trabalhar em escala, intercalando as equipes no atendimento à população.

Critérios para adesão
Para aderir ao horário estendido, as unidades deverão atender à alguns requisitos, como manter a composição mínima das equipes de Saúde da Família – com médico, enfermeiro e auxiliar de enfermagem – sem reduzir o número de equipes que já atuam no município.

A UBS também deve funcionar sem intervalo de almoço, de segunda a sexta, podendo complementar as horas aos sábados ou domingos. A unidade também deve priorizar uma parte da agenda para atendimentos espontâneos, ou seja, sem a necessidade de marcar consulta com antecedência. Além disso, a unidade também deve ter o prontuário eletrônico implantado e atualizado.

A estimativa é que mais de 2 mil UBS já estejam aptas para aderirem ao horário estendido. Atualmente, 336 unidades, que já expandiram o horário por decisão dos gestores locais, poderão agora receber mais recursos federias por aderirem à estratégia.

A Atenção Primária é a principal porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS), onde cerca de 80% dos problemas de saúde da população podem ser solucionados. A resolutividade na Atenção Primária, permite, por exemplo, desafogar os atendimentos em Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h) e emergências hospitalares, onde muitos pacientes vão em busca de atendimentos de baixa complexidade, como curativos e pequenas cirurgias.

Fonte: Agência Saúde

#Agenda: Ciência em Movimento visita Januária de 9 a 12 de abril

Créditos: Ciência em Movimento

Créditos: Ciência em Movimento

Os moradores de Januária, no Norte de Minas, poderão visitar o Programa Ciência em Movimento, da Fundação Ezequiel Dias (Funed), entre os dias 9 e 12 de abril. Com o apoio da Fundação Caio Martins (Fucam), as exposições acontecerão no Centro Educacional de Januária (CEJ). Só no ano passado, o Programa, criado em 2012, visitou mais de 21 cidades mineiras, de todas as regiões do estado.

Com o objetivo de difundir o conhecimento científico e tecnológico por meio de linguagem lúdica e popular, o Programa conta a história da Funed e aborda temas relacionados a serpentes, aracnídeos e abelhas, além de utilizar jogos diversos inerentes aos temas expostos.

Situado às margens do rio São Francisco, o município de Januária é famoso pela produção de cachaça, pelo artesanato e pela cultura, com destaque para a Folia de Reis. Segundo o IBGE, sua população estimada em 2016 era de 68.420 habitantes.

Sobre a origem do atual nome, há várias versões. De acordo com a Prefeitura da cidade, a versão oficial está relacionada a Januário Cardoso, atuante fazendeiro da região e proprietário da fazenda Itapiraçaba, localizada onde hoje se encontra o município. Outras versões, porém, atribuem o nome a uma homenagem à Princesa Januária, irmã do Imperador Pedro II, e, ainda, à escrava Januária que, fugindo do cativeiro, teria se instalado no Porto do Salgado, estabelecendo ali uma estalagem, onde os barqueiros e tropeiros do povoado se encontravam.

O Programa Ciência em Movimento é pioneiro em Minas Gerais e o único que promove a troca de informações fundamentais para o controle dos acidentes por animais peçonhentos, agravo identificado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como doença negligenciada. Dessa forma, a Funed se aproxima do cidadão e contribui para a melhoria da qualidade de vida da população.

Programação

Local: Centro Educacional de Januária – Fundação Caio Martins (CEJ/Fucam)

Endereço: Alameda Cel. Manoel José de Almeida – s/n.

Atividades: palestras sobre animais peçonhentos; história da Funed; videoteca; oficina de serpentes/dengue e; jogos.

Data e Horário:

9/4 – 13h às 17h

10 e 11/4 – 8h às 12h – 13h às 17h

12/4 – 8h às 12h

#Fique Sabendo: Ministério da Saúde e OPAS lançam edital para premiar experiências exitosas em atenção primária à saúde

foto__dia_do_medico-401017

O Ministério da Saúde do Brasil e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançaram nesta sexta-feira (5) o edital do “Prêmio APS Forte para o SUS: Acesso Universal”. O objetivo é identificar, dar visibilidade, reconhecer e promover iniciativas municipais, estaduais ou regionais que tenham como foco a melhoria da atenção primária à saúde (APS), principalmente o acesso.

As inscrições poderão ser feitas de forma gratuita, entre os dias 15 de abril e 15 de junho, por Equipes de Saúde da Família, Coordenações de Atenção Básica regionais ou municipais, Secretarias Municipais de Saúde e Secretarias Estaduais de Saúde.

Nesta edição do prêmio serão reconhecidas experiências organizadas a partir das seguintes linhas temáticas:

1. Adequação das estruturas e processos dos serviços de saúde para ampliar o acesso, como: ampliação e flexibilização de horários de atendimento, flexibilização de agendas, acesso avançado;

2. Uso das Tecnologias da Informação e Comunicação, para ampliar o acesso, a exemplo de: formas inovadoras de comunicação entre a equipe e a comunidade, marcação não presencial de consultas, estratégias de telessaúde/telemedicina;

3. Estratégias inovadoras para ampliação da cobertura da Estratégia de Saúde da Família;

4. Estratégias inovadoras de acesso que culminaram em aumento da cobertura vacinal;

5. Novas formas de contratualização público-público ou público-privada da Estratégia de Saúde da Família que aumentaram o acesso da população;

6. Estratégias de provisão e fixação de profissionais e estruturas em áreas remotas e/ou de vulnerabilidade, com ampliação do acesso;

7. Iniciativas de ampliação do acesso da população às ações e/ou às atividades de promoção da saúde.

Os melhores trabalhos serão selecionados para compor uma publicação da OPAS sobre o tema, de forma a servirem de exemplo tanto para outras localidades brasileiras quanto para outros países. Os vencedores também serão premiados com uma viagem de estudo para conhecer uma experiência internacional, a ser indicada pela OPAS, de organização de rede de atenção à saúde centrada na atenção primária.

Acesse neste link o edital:

https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_docman&view=download&slug=premioapsforte-2019&Itemid=965.

Dia Mundial da Saúde

O lançamento do edital ocorre no marco do Dia Mundial da Saúde, 7 de abril, que tem como tema neste ano o acesso e a cobertura universal de saúde. O slogan da campanha é “Saúde universal: para todos e todas, em todos os lugares” e em 2019 se concentra na atenção primária à saúde, equidade e solidariedade.

Os países das Américas têm feito significativos progressos, que refletem no aumento de 16 anos na expectativa de vida nos últimos 45 anos e redução da mortalidade infantil. No entanto, ainda há desafios, porque esses ganhos não foram equitativos.

Por isso, a OPAS apresentará em 9 e 10 de abril, no México, o relatório da Comissão de Alto Nível “Saúde Universal no século XXI: 40 anos de Alma-Ata”. O documento fará recomendações para expandir o acesso e a cobertura de saúde na região até 2030, sem deixar ninguém para trás.

Fonte: Opas

#FalaRegional: Regional de Saúde de BH participa das Conferências e Plenárias Municipais de Saúde

Créditos: Alessandra Maximiano

Créditos: Alessandra Maximiano

Por Alessandra Maximiano

Durante o último fim de semana, dias 06 e 07 de abril, os municípios de Taquaraçu de Minas e Itabirito se reuniram para falar de saúde, democracia e avanços no Sistema Único de Saúde (SUS). Em Taquaraçu de Minas foi realizada a VII Conferência Municipal de Saúde com o tema “Democracia e Saúde: Saúde como direito. Consolidação dos Princípios do SUS e Financiamento”. Em Itabirito o evento constitui-se de uma plenária com o mesmo tema em que por meio da participação social a população contribuiu ativamente para o desenvolvimento de políticas públicas de saúde.

Em Taquaraçu de Minas a Regional de Saúde de Belo Horizonte foi representada pela Coordenadora do Núcleo de Atenção Primaria à Saúde, Joyce Mara Nascimento. Em Itabirito a servidora Fátima Rodrigues Fernandes, representou a Superintendente da regional, Débora Marques Tavares, e agradeceu ao convite do município. O Secretário Municipal de Saúde e Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Wolney Pinto de Oliveira, elogiou o trabalho da regional e a participação constante nos municípios. “A Regional de Saúde de BH é nossa grande parceira e consequentemente dos municípios pois conhece a realidade e especificidades de cada gestor e região”, ressaltou.

Outros municípios também já realizaram suas plenárias de saúde. O objetivo tanto das plenárias quanto das conferências é levantar propostas de saúde que irão fazer parte das etapas estaduais e federais nas conferências de saúde que também serão realizadas este ano.

#WebAula: Referência da SES-MG ministra aula sobre Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP)

Nesta quarta-feira (10/04), a referência Técnica da Coordenação IST/Aids e Hepatites Virais da SES-MG, Cecília Helena de Oliveira, ministrará a web-aula Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP) no canal do Centro de Telessaúde, do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Será a partor das 15h, e o acesso é livre e gratuito, liberado no canal com 15 minutos de antecedência ao horário da aula. Não é necessário cadastramento prévio.

Após a transmissão online, nossas webaulas são gravadas e disponibilizadas na página da Biblioteca Virtual.

Webaula PEP FB

 

#Prevenção: No Dia Mundial da Saúde, Ministério da Saúde ressalta a importância da vacinação

No dia Mundial da Saúde, celebrado em 7 de abril, o Brasil fez um alerta sobre a importância da vacinação e imunização para evitar a volta de doenças já erradicadas no mundo. O tema escolhido pelo país neste ano se deve ao registro de baixas coberturas vacinais que permitiram o reaparecimento de doenças que já estavam eliminadas no país, como o sarampo.

Por isso, o Blog da Saúde MG relembra alguns posts já produzidos sobre o assunto, confira:

#EaD: Ministério da Saúde oferece curso gratuito de Formação em Auriculoterapia

Crédito: Genival Silva | Reprodução

Crédito: Genival Silva | Reprodução

Estão abertas, até o dia 28 de abril, as inscrições para o curso Formação em Auriculoterapia para profissionais de saúde da Atenção Básica. Promovido pelo Ministério da Saúde em convênio com a Universidade Federal de Santa Catarina, o curso é gratuito; e busca capacitar profissionais de nível superior da Atenção Básica por meio de ensino semipresencial.

A etapa à distância inicia-se no dia 2 de maio, por meio da plataforma Moodle. O aluno terá até a data da etapa presencial para finalizar o módulo à distância. Em Belo Horizonte, a etapa presencial acontece na Fundação João Pinheiro nos dia 27 e 28 de junho.

Mais informações pelo site: http://auriculoterapiasus.ufsc.br.

#Hemominas Informa: Hemonúcleo de Diamantina tem novo horário de funcionamento

doacao-de-sangue1

A Fundação Hemominas informa que o Hemonúcleo de Diamantina passa a funcionar em horário noturno, uma vez por mês, para atendimento aos candidatos à doação de sangue. As coletas noturnas serão às segundas terças-feiras do mês, das 18h às 21h.  A primeira coleta noturna se dará em 09/04, próxima terça-feira.

Assim, o horário de funcionamento da unidade será:

  • Segunda-feira: 8h às 11h30
  • Terça a sexta-feira: 7h às 11h30
  • Segunda terça-feira do mês: 18h às 21h

Para sua comodidade, a doação pode ser agendada online em nosso site, pelo MG APP ou pelo número 155 – opção 1. E, caso não possa comparecer, pedimos que cancele o agendamento a fim de liberar a vaga para outro candidato à doação de sangue.