#Alergias: Saiba como evitar

By | 14 de maio de 2019

Com temperaturas mais amenas, especialmente a noite, e queda da umidade relativa do ar, o Outono traz consigo o agravamento de algumas doenças, principalmente as respiratórias e as alergias.  Segundo a Organização Mundial da Saúde, centenas de milhões de pessoas de todas as idades sofrem dessas alergias respiratórias em todos os países do mundo. A rinite alérgica pode ser considerada a doença de maior prevalência entre as doenças respiratórias crônicas e problema global de saúde pública, acometendo cerca de 20 a 25% da população em geral.

Dentre os sintomas mais comuns da rinite estão corrimento nasal, obstrução ou prurido nasal e espirros sequenciais. Muitas vezes acompanham sintomas oculares como coceira, vermelhidão e lacrimejamento. Esses sintomas podem melhorar espontaneamente e nos casos crônicos, podem ocorrer perda do paladar e do olfato. É muito importante procurar um profissional de saúde que irá pesquisar as causas de alergia e recomendar o tratamento mais adequado para controlar a doença, promover a prevenção e o alívio dos sintomas de forma segura e eficaz. Por isso, vamos combinar: Nada de automedicação hein!?

Além disso, com algumas medidas simples é possível evitar as crise. Veja nossas dicas abaixo:

 

Deixe uma resposta