Monthly Archives: agosto 2019

#EAD: ESP-MG abre inscrições do Curso Introdutório para Agentes Comunitários de Saúde

Divulgação ESP-MG

Divulgação ESP-MG

A Escola de Saúde Pública de Minas Gerais, ESP-MG, por meio da Assessoria de Educação a Distância, está com inscrições abertas para o Curso Introdutório para Agente Comunitário de Saúde, na modalidade educação a distância – EAD, até 01/09/2019.

O curso tem carga horária de 40 horas e será ofertado no formato auto instrucional (sem tutor) com certificação para os alunos concluintes. Serão disponibilizadas até 1.440vagas ao longo do segundo semestre de 2019, preenchidas pela ordem de chegada das inscrições válidas. O início das primeiras turmas está previsto para o dia 09 de setembro de 2019.

Podem se inscrever para o curso os trabalhadores que atuam ou  atuaram como Agentes Comunitários de Saúde (ACS) desde que atendam aos seguintes requisitos:

  • Possuir experiência ou atuar como Agente Comunitário de Saúde;
  • Possuir conhecimento básico na utilização de internet;
  • Trabalhar ou residir no Estado de Minas Gerais.

Os candidatos deverão se inscrever por meio do preenchimento do Formulário Eletrônico disponível em: https://forms.gle/BypACRVv5AY7drTL6

Importante: o e-mail para inscrição deverá ser pessoal e válido.

Matriz do Curso Introdutório para Agente Comunitário de Saúde:

Unidade

Temáticas

Carga horária

Unidade I

O ACS e o Sistema Único de Saúde

10h

Unidade II

Atenção Primária à Saúde e o Trabalho do ACS

15h

Unidade III

Ferramentas para o Trabalho do ACS

15h

Carga Horária total

40h

Para mais informações: (31) 3291-4733 / 3275-1440 ou inscricaoeadespmg@gmail.com

TV Saúde da Ministério esclarece 8 mitos sobre vacinação em vídeos; confira

O número de pessoas vacinadas tem caído no Brasil e no mundo. As pessoas passaram a ter dúvidas das vacinas. Isso por conta de muitas mentiras que circulam, especialmente na internet. Pensando nisso, a TV Saúde, canal de Youtube oficial do Ministério da Saúde, produziu uma pequena série, em 8 vídeos, a fim de desmentir e esclarecer 8 dos principais mitos envolvendo o assunto, para mostrar que a vacinação é a forma mais eficaz de prevenção de inúmeras doenças. Confira:

Mentira 1: Vacinas causam autismo

Mentira 2: Quem tem uma boa higiene não precisa se vacinar

Mentira 3: Vacinas têm efeitos colaterais prejudiciais

Mentira 4: Algumas vacinas causam a síndrome da morte súbita infantil

Mentira 5: As doenças já foram eliminadas do Brasil

Mentira 6: Doenças são apenas infelizes fatos da vida

Mentira 7: Sobrecarga do sistema imunológico

Mentira 8: O mercúrio nas vacinas faz mal

Ministério da Saúde abre consulta pública para Carteira de Serviços da Atenção Primária

aten----o-prim--ria

O Ministério da Saúde abriu consulta pública para definir um padrão de serviços essenciais que deve ser ofertado à população em todas as Unidades de Saúde da Família (USF) que compõem a Atenção Primária à Saúde (APS). Podem enviar contribuições à proposta apresentada pelo Ministério da Saúde e intitulada “Carteira de Serviços da Atenção Primária à Saúde Brasileira” profissionais de saúde, gestores, entidades médicas e demais cidadãos. Este documento deve nortear a gestão municipal e os profissionais de saúde sobre o cuidado que deve ser realizado nestes serviços, que são a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS) e são responsáveis por ações de promoção da saúde e prevenção de doenças, além de acompanhar as enfermidades mais frequentes da população, como diabetes e hipertensão.

As contribuições podem ser apresentadas até o dia 26 de agosto, por meio de formulário eletrônico disponível aqui. A íntegra da “Carteira de Serviços da APS” pode ser acessada aqui.

Carteira de Serviços da Atenção Primária

O documento final será estruturado em quatro eixos: Acesso, Longitudinalidade, Integralidade e Abrangência do Cuidado (ou seja, a lista de serviços) e Coordenação do Cuidado. Para cada eixo são descritas estratégias operacionais relevantes para o fortalecimento daquele determinado atributo, resultando assim na oferta de uma assistência de qualidade.

A integralidade, ou abrangência do cuidado, é o principal objetivo da Carteira de Serviços. Para o bom funcionamento da rede é fundamental que todos, incluindo pacientes, profissionais de saúde e gestores, tenham acesso a lista de serviços ofertados e, assim, saibam o que buscar e o que oferecer neste nível de atenção.

A ideia é que a Carteira de Serviços seja apresentada ao público numa versão resumida, em formato de Manual do Usuário. Já para os profissionais e gestores da saúde, ela deverá elencar todos os serviços inerentes a APS, bem como materiais e insumos necessários e poderá ter duas versões: a Carteira de Serviços da APS – Padrões Essenciais, e a Carteira de Serviços da APS – Padrões Ampliados.

Fonte: Ministério da Saúde

#MobilizaçãoSocial: Parceira da SES-MG, empresa Montreal promove ação educativa contra sarampo

Parceira da Rede Estadual de Mobilização Social da SES-MG, a empresa Montreal Construções promoveu uma ação educativa junto aos seus 180 funcionários a fim de alertar sobre os riscos e a prevenção do sarampo. Na ocasião, os trabalhadores foram alertados sobre a importância da vacina contra a doença, disponível no Sistema Único de Saúde, e principal forma de prevenção contra a doença. Todos foram orientados a procurar uma unidade básica de saúde para conferirem o cartão de vacinação e sanarem dúvidas, em casos de suspeitas.

» Saiba mais: www.saude.mg.gov.br/sarampo

#SaúdeNaCozinha: Levar marmita ao trabalho é opção para se alimentar melhor

Correria do dia-a-dia e muito trabalho não são desculpas para nos rendermos aos alimentos prontos! Mesmo com uma infinidade de atrativos como os fast foods e a grande oferta de alimentos que prometem preparo fácil e rápido, é possível optar por alimentos de verdade, nutritivos e igualmente fáceis de encontrar e preparar.

Uma boa opção para fugir dessas tentações, economizar e se alimentar melhor são as marmitas. Mas não basta apenas cozinhar e guardar, é preciso planejar a semana e saber aproveitar os alimentos, conseguindo assim até prevenir algumas doenças.

Confira abaixo algumas dicas para fazer uma marmita saudável!

Seleção dos alimentos

Dê preferência para alimentos frescos, da estação e para os alimentos comprados nas feiras locais. Uma boa opção para ajudar na compra é nosso Guia de Alimentos Regionais, que traz informações de como comer e preparar a refeição, uma lista de possíveis substituições para as preparações desenvolvidas, ressaltando a diversidade cultural brasileira.

Preparação

Os legumes e as verduras devem ser cozidos por menos tempo do que o habitual, pois alguns alimentos podem amaciar quando congelados. Na preparação das carnes, faça-as sempre assadas ou grelhadas. Além de a fritura não ser saudável, não é bom congelar. Use menos tempero e sal antes do congelamento para que durante o processo de descongelamento e preparação, o tempero fique fresco. Depois de cozinhar, a preparação deve ser resfriada rapidamente. Mergulhe a panela sem tampa em água com gelo para interromper o cozimento e conservar bem os alimentos.

marmita_1200x800_shutterstock_475766224

O mais importante no processo de congelamento é: quanto mais rápido o alimento for resfriado, melhor, pois ficará menos tempo em temperatura que favoreça o crescimento de microorganismos. A sugestão é colocar o alimento em recipientes mais rasos, aumentando a área de resfriamento e com isso acelerando o processo. Colocar a panela em recipiente com água gelada ajuda a reduzir a temperatura de forma mais rápida também. Deixe sair o vapor, cubra o alimento e coloque-o para resfriar em geladeira ou diretamente no freezer.

Guardando o alimento

Ao levar sua comida para o freezer, lave bem os recipientes, verifique se está bem fechado. Use pote, de preferência, transparentes. Fique atento para os prazos de validade – (temperatura inferior a 5ºC) e um mês no freezer (não acima de -18ºC) e podem ser armazenados por até 90 dias. Lembrando que a temperatura do congelador (que fica na parte de cima da geladeira) é inferior ao do freezer, sendo de aproximadamente -6ºC, fazendo com que o tempo de armazenamento também diminua (aproximadamente 20 dias).

Quais são os riscos de congelar de descongelar a comida

O processo de congelamento e descongelamento da comida vai interferir de alguma forma nas características dos alimentos, como textura, sabor, umidade. No entanto, se feito de forma adequada, pode facilitar o dia a dia, facilitando a disponibilidade de maior variedade de alimentos. No entanto, quando um alimento for congelado e depois descongelado, não deve ser congelado novamente, pois além de interferir na qualidade, aumenta o risco de contaminação por bactérias e outros microorganismos – que podem se aproveitar da mudança de temperatura para se multiplicar no alimento e colocar em risco a saúde de quem o comer.

Não descongele os alimentos à temperatura ambiente. Utilize o forno de microondas se for prepará-lo imediatamente ou deixe o alimento na geladeira até descongelar. As carnes devem ser descongeladas dentro de recipientes. Os micróbios patogênicos multiplicam-se rapidamente em temperatura ambiente. Durante o descongelamento, a carne produz sucos que podem contaminar outros alimentos com micróbios patogênicos.

Fonte: Blog da Saúde

#Evento: ESP-MG realizará seminário sobre Saúde no Sistema Prisional

No próximo dia 30 de agosto, a partir das 13hs, a Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais, ESP-MG, realizará o seminário “Saúde no Território Unidade Prisional: desafios e perspectivas”. A atividade marca o encerramento da Primeira turma do Curso de Qualificação em Saúde dos Trabalhadores do Sistema Prisional, que tem como objetivos promover o debate acerca da Saúde, Violência e Pessoas Privadas de Liberdade. Evento Aberto ao Público. Participe!

Confira a Programação completa:

convite-formatura-sistema-prisional-facebook

#EaD: UNA-SUS abre matrículas para Curso de Extensão em Redes de Atenção à Saúde

Estão abertas as matrículas para o Curso de Extensão em Redes de Atenção à Saúde, oferecido pela Universidade Federal do Maranhão, integrante da Rede UNA-SUS (UNA-SUS/UFMA). O objetivo é apresentar o contexto de organização e funcionamento de Redes de Atenção à Saúde como garantia da integralidade do cuidado em saúde. O curso de extensão é composto por cinco módulos online de carga horária com 30h cada, totalizando 150 horas.

Profissionais de saúde, acadêmicos, docentes e demais interessados no tema podem se matricular até o dia 30 de setembro de 2019, pelo site.

Saiba mais sobre cada curso:

Atenção à Saúde Organizada em Redes

Tem como objetivo apresentar a atenção e gestão da saúde organizadas na perspectiva das RAS. Entre os conteúdos abordados estão, o SUS: da fragmentação à organização em redes; características, fundamentos, atributos, elementos constitutivos e a ênfase nas Redes de Atenção à Saúde.

Rede Cegonha

Analisa o contexto de organização e funcionamento da Rede Cegonha, com a finalidade de assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e à atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério; e às crianças o direito ao nascimento seguro, ao crescimento e ao desenvolvimento saudáveis.

Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas no Âmbito do Sistema Único de Saúde

Trata da organização e o funcionamento da Rede de Atenção às Condições Crônicas como estratégia fundamental para a integralidade do cuidado às pessoas com doenças crônicas.

Rede de Atenção às Urgências no Âmbito do Sistema Único de Saúde

Aborda a organização e funcionamento da Rede de Atenção às Urgências como arranjo capaz de ampliar e qualificar o acesso humanizado e integral aos usuários em situação de urgência/emergência nos serviços de saúde, de forma ágil e oportuna.

Rede de Cuidado às Pessoas com Deficiência

Trata do processo de implementação da rede de cuidados à pessoa com deficiência como estratégia de operacionalização da assistência integral às pessoas com deficiência no SUS.

Certificação

O aluno poderá obter certificação pela oferta educacional completa (150h) – ao concluir todos os módulos – ou por cada módulo concluído individualmente (30h), por intermédio da UNA-SUS/UFMA, até o dia 2 de dezembro de 2019. O certificado é gratuito, reconhecido pelo MEC e validado pela Universidade Federal do Maranhão, e ficará disponível em até 10 dias úteis após o término do questionário (com obtenção de nota mínima 70), e do Questionário de Avaliação dos Cursos Autoinstrucionais.

#InovaMinas: inscrições para prêmio são prorrogadas; confira

As inscrições para o Prêmio Inova Minas Gerais foram prorrogadas até o dia 19 de agosto. Em razão de parceria firmada pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), que promove o concurso, com o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), está possibilitado o pagamento de premiações de até R$ 5 mil.

O 4º Prêmio Inova Minas Gerais incentiva a promoção de boas ideias e práticas de gestão que contribuam para a melhoria dos serviços públicos. Este ano, o concurso traz como novidade a participação dos próprios servidores em uma das etapas de avaliação dos trabalhos.

As inscrições podem ser feitas no site www.premioinova.mg.gov.br por servidores, empregados públicos, estagiários e bolsistas que atuam no Poder Executivo do Estado de Minas Gerais.

#ExposiçãoFotográfica: ESP-MG realiza atividade com temática acerca do Sistema Prisional de Minas Gerais

Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais, ESP-MG, realiza a partir desta terça-feira (13/08), Exposição de Fotografias do Sistema Prisional de Minas Gerais. A atividade marca o início da segunda turma do Curso de Qualificação em Saúde para Trabalhadores do Sistema Prisional.

Promovida pela Superintendência de Promoção, Cuidado e Vigilância em Saúde da ESP-MG, SPCVS, a exposição apresentará imagens produzidas pelos fotógrafos Léo Drumond e Natália Martino, que no dia 13, às 16h,farão uma narrativa sobre o percurso vivenciado para o registro das fotos. Com acesso gratuito, a exposição estará disponível na Unidade Geraldo Valadão até dia 23 de agosto. Participe!

convite-exposicao-fotografias-sistema-prisional-facebook00

 

#FalaRegional: Regional de Ituiutaba realiza evento sobre o lixo reciclável

A Regional de Saúde de Ituiutaba realizou nesta sexta-feira, 09/08, uma palestra sobre o lixo reciclável com a participação dos municípios de jurisdição da regional e do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM).

A palestra foi ministrada pelo presidente da Cooperativa de Reciclagem de Ituiutaba (COOPERCICLA), Odeon Nunes Barcelos, que contou como foi a criação da cooperativa no município de Ituiutaba e como foi importante para o município.

Créditos: Elizeth Adad Guimarães

Créditos: Elizeth Adad Guimarães

“A coleta seletiva realizada pela cooperativa diminuiu muito o lixo reciclado que era encontrado nas ruas do município, afetando assim a saúde pública. A cooperativa possui 40 colaboradores e recicla em média 80 toneladas de lixo por mês, tendo diminuído em 10% o volume do lixo no aterro sanitário”, disse Odeon.

Durante a palestra, foi explicado aos participantes a forma correta de separar os resíduos de suas residências e inclusive no ambiente de trabalho. Também foi discutido a relação de classificação dos resíduos, esclarecendo quais os resíduos são aproveitáveis para a reciclagem e quais devem ser descartados no aterro sanitário.

“Temos certeza que o que foi aprendido aqui será usado por todos nós. Quando o material não é separado ele contamina e não pode ser mais reciclável. A reciclagem é uma alternativa que contribui para solução desse problema, pois os resíduos descartados são inseridos novamente e se tornam produtivos”, disse Rafael Mendes, Gerente da Regional de Ituiutaba.

Por Elizeth Adad Guimarães

#SUS: Gabinete Militar e MG Transplantes completam 30 missões em 2019

Divulgação | GMG

Divulgação | GMG

O Governo de Minas, por meio do Gabinete Militar do Governador (GMG), trabalha em conjunto com o MG Transplantes para oferecer, gratuitamente, transporte aéreo de órgãos e tecidos a serem transplantados. O serviço funciona 24h por dia, como forma de realizar operações otimizadas para salvar vidas.

Desde o início do ano, as aeronaves deram apoio no transporte de órgãos em diferentes regiões de Minas Gerais: Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro; Patos de Minas, no Alto Paranaíba; Divinópolis no Centro-Oeste; Ouro Preto, Diamantina, Curvelo e Barbacena, na região Central; Montes Claros, no Norte; Manhuaçu, Juiz de Fora, Ubá, Goianá e Ponte Nova, na Zona da Mata; Ipatinga, no Vale do Aço; Alfenas, Passos e Itajubá, no Sul de Minas.

Na última semana, foi feita pela aeronave Dauphin N3 do GMG a 30ª missão do ano no apoio aéreo ao MG Transplantes. A equipe foi até Patos de Minas para captar um rim e um fígado. Os comandantes das aeronaves, assim que acionados, implementaram, de imediato, todas as medidas necessárias para promover o transporte seguro, rápido e efetivo para os receptores que aguardavam os órgãos.