#SaúdeNaCozinha: Conheça algumas dicas para adotar hábitos alimentares mais saudáveis

By | 16 de outubro de 2019
Foto: iStock / Reprodução.

Foto: iStock / Reprodução.

Nesta quarta-feira (16/10) é comemorado o Dia Mundial da Alimentação.  A data tem o objetivo de informar e conscientizar quanto às questões relacionadas à nutrição e à alimentação em todo o mundo, principalmente nos 150 países onde a data já é reconhecida. Se alimentar de forma adequada traz diversos benefícios para a saúde, aumenta o bem estar e previne doenças. A base para uma alimentação saudável devem ser os alimentos in natura e minimamente processados.

O Guia Alimentar para a População Brasileira contém informações e dicas muito importantes que auxiliam na promoção de hábitos alimentares mais saudáveis. O Guia classifica os alimentos em 4 categorias. A primeira delas reúne os alimentos in natura ou minimamente processados. Os alimentos in natura são os obtidos diretamente de plantas ou de animais e sem sofrerem qualquer alteração após deixar a natureza. Os alimentos minimamente processados são alimentos in natura que, antes de sua aquisição, foram submetidos a alterações mínimas, tais como: os grãos secos, polidos e empacotados ou moídos na forma de farinhas, cortes de carne resfriados ou congelados e leite pasteurizado.

Já a segunda categoria corresponde aos ingredientes culinários como óleos, gorduras, sal e açúcar que são produtos extraídos de alimentos in natura ou diretamente da natureza e usados em preparações culinárias.

Na terceira categoria encontram-se os alimentos processados que são alimentos in natura adicionados essencialmente de sal ou açúcar como legumes em conserva, frutas em calda, queijos e pães.

Por fim, na quarta categoria destacam-se os alimentos ultraprocessados que são produzidos com a adição de muitos ingredientes como sal, açúcar, óleos, gorduras, proteínas de soja, do leite, extratos de carne, além de substâncias sintetizadas em laboratório a partir de alimentos e de outras fontes orgânicas como petróleo e carvão. Como exemplo podemos citar os refrigerantes, biscoitos recheados, “salgadinhos de pacote” e “macarrão instantâneo”.

Para além dessas categorias, o Guia ressalta que é importante incentivar a família a adotar uma rotina de alimentação mais saudável e para isso deve se basear em 10 passos. Veja abaixo quais são eles:

  1. Fazer de alimentos in natura ou minimamente processados a base da alimentação.

  2. Utilizar óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar alimentos e criar preparações culinárias.

  3. Limitar o consumo de alimentos processados.

  4. Evitar o consumo de alimentos ultra processados.

  5. Comer com regularidade e atenção, em ambientes apropriados e, sempre que possível, com companhia.

  6. Fazer compras em locais que ofertem variedades de alimentos in natura ou minimamente processados.

  7. Desenvolver, exercitar e partilhar habilidades culinárias.

  8. Planejar o uso do tempo para dar à alimentação o espaço que ela merece.

  9. Dar preferência, quando fora de casa, a locais que servem refeições feitas na hora.

  10. Ser crítico quanto a informações, orientações e mensagens sobre alimentação veiculadas em propagandas comerciais.

Clique aqui e saiba mais sobre alimentação saudável.

Deixe uma resposta