Comitê Gestor da Rede de Urgência e Emergência da Macrorregião Sudeste se reúne na Regional de Juiz de Fora

By | 5 de novembro de 2019

Por Adriana Mendes

Na última quinta-feira (31/10), a Regional de Saúde de Juiz de Fora sediou uma reunião com os integrantes e convidados do Comitê Gestor da Rede de Urgência e Emergência da Macrorregião Sudeste. O encontro contou com a presença do representante da Promotoria de Justiça do Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), gerentes das Regionais de Ubá, Leopoldina e Manhumirim, o coordenador médico e diretor técnico do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Sudeste (Cisdeste), Fernando Dutra Macedo, secretários municipais de saúde (COSEMS) e representantes dos prestadores (hospitais).

A reunião foi conduzida pelo superintendente Regional de Saúde de Juiz de Fora, Gilson Soares, e pela referência técnica da Rede de Urgência e Emergência da Regional, Darlene Basílio dos Santos. Entre as pautas discutidas, estavam a proposta de rito para condução de casos inconformes que ocorrem na Rede de Urgência e Emergência (RUE); solicitação de Santa Bárbara do Monte Verde acerca de mudança na referência de pacientes; discussão sobre a necessidade de modificação do Plano de Ação Regional da Rede de Urgência e Emergência para viabilizar habilitação de novo prestador para o atendimento ao AVC; bem como a Porta de Entrada da Rede de Urgência e Emergência do Hospital de Cataguases.

Em relação à pauta sobre a ampliação das bases descentralizadas do SAMU, o consultor do Cideste, Cesar Augusto Soares Nitschke, fez uma apresentação com dados estatísticos e epidemiológicos do SAMU. Na ocasião, ele também identificou as principais áreas descobertas pelo serviço e o que pode comprometer a assistência de urgência e emergência aos usuários que necessitarem deste tipo de atendimento.

04.11.19 - Apresentação SAMU

Créditos: Oberdan Rocha

Créditos: Oberdan Rocha

Sobre a ampliação do SAMU, Cesar Augusto frisou que o secretário executivo do consórcio irá levar a proposta para aprovação pelos prefeitos da macrorregião na reunião do consórcio. “A partir dessa aprovação, faremos os encaminhamentos pertinentes por meio da Regional de Saúde de Juiz de Fora para a SES-MG”, disse o consultor do Cideste. Em relação às estatísticas, o que foi apontado é que o Consórcio fará um detalhamento melhor da utilização pelos municípios quando gera um atendimento móvel. A previsão é que esse detalhamento seja feito neste mês, para apresentar na próxima reunião do Comitê Gestor.

Para a referência técnica da Rede de Urgência e Emergência da Regional de Juiz de Fora, Darlene Basílio dos Santos, o encontro foi bastante proveitoso. “Foi possível esclarecer pontos relacionados à necessidade de ampliação do serviço ofertado pelo SAMU, compreender suas dificuldades, além de verificarmos os benefícios futuros de um serviço melhor estruturado para a Rede, em que o beneficiado será sempre o usuário”, apontou.

Segundo o superintendente da Regional de Saúde de Juiz de Fora, Gilson Soares, na reunião foi possível discutir, em mais um momento, a necessidade de se fortalecer todos os componentes da Rede de Urgência e Emergência. “Trata-se de uma rede integrada e hierarquizada, com fluxos definidos, a fim de propiciar agilidade e resolutividade ao atendimento do usuário”, avaliou o superintendente.

Abaixo, confira as apresentações do evento:

Deixe uma resposta