Câncer de pele: o cuidado pessoal é seu maior aliado

By | 9 de dezembro de 2019

Por Ana Rita Fernandes

Dezembro Laranja é o mês designado para intensificar as ações da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele; doença mais frequente no Brasil e no mundo e ocorre quando as células da pele se multiplicam sem controle.

Por ser uma moléstia silenciosa, o mais importante para não desenvolver a doença é a prevenção que deve ser feita com o uso do protetor solar, chapéu, camiseta e guarda-sol, além de evitar a exposição ao sol no horário entre 10 e 16 horas.

Há dois tipos de tumores que acometem a pele.

O mais frequente é o NÃO melanoma, tumor maligno, comum em ambos os sexos, com baixa taxa de mortalidade, podendo causar deformações no corpo. Já o melanoma tem ocorrência considerada baixa, mas a taxa de letalidade é elevada. Ambos têm cura, se detectados no início e submetidos ao tratamento.

O ideal é realizar o autoexame a cada seis meses, buscando identificar pintas, casquinhas, feridas que não cicatrizam e lesões que sangram espontaneamente. É preciso atentar para pintas que não existiam até os 25 anos, pintas escuras, irregulares, que crescem e coçam.

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) disponibiliza, em sua página, a edição de 2019 do folheto informativo sobre câncer de pele. Acesse e leia; a informação pode salvar vidas!

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Deixe uma resposta