#Estaçãochuvosa: a febre tifoide é mais uma entre as doenças que têm o número de casos ampliados nesse período

By | 21 de janeiro de 2020

Por Ana Rita Fernandes

Causada pela bactéria Salmonella enterica sorotipo Typhi, a Febre Tifoide é uma doença infectocontagiosa e está diretamente relacionada com condições precárias de higiene pessoal, saneamento básico e ambiental.

Uma das formas de transmissão da enfermidade é o contato direto com as mãos do doente ou portador da Febre Tifoide.

Outra maneira é pelo consumo de água e alimentos contaminados pela presença da bactéria eliminada nas fezes e urina humanas dos portadores da doença ativa ou dos portadores assintomáticos. O indivíduo infectado elimina a bactéria nas fezes e na urina, independentemente de apresentar os sintomas da doença.

Por isso, lama e água, provenientes de enxurradas, alagamentos e enchentes, podem estar contaminadas, uma vez que são condutoras de diversos tipos de agentes infecciosos, entre eles, a Salmonella Typhi.

A contaminação de alimentos geralmente acontece pela manipulação por portadores que, muitas vezes, por apresentarem sintomas discretos, não são afastados das atividades de preparo dos alimentos. Legumes irrigados com água contaminada, frutos do mar (crustáceos e moluscos) retirados de água poluída e consumidos mal cozidos ou crus, leite e derivados não pasteurizados, produtos congelados e enlatados também podem veicular salmonelas.

Sintomas

Os sintomas variam de discretos a graves e, geralmente, iniciam entre 6 a 30 dias após exposição à bactéria.

Os principais são:

  • febre alta;
  • dores de cabeça;
  • mal-estar geral;
  • falta de apetite;
  • retardamento do ritmo cardíaco;
  • aumento do volume do baço;
  • manchas rosadas no tronco;
  • prisão de ventre ou diarreia;
  • tosse seca.

É fundamental procurar assistência médica, assim que surgir qualquer indício da doença, para diagnóstico e início do tratamento. A Febre Tifoide pode matar.

Quando agravada, a principal complicação da Febre Tifoide é a hemorragia intestinal que pode levar, inclusive, à perfuração intestinal e todos os órgãos correm o risco de serem prejudicados, sujeitos à bacteremia.

Prevenção

A Salmonella pode ser prevenida com a adoção de medidas de controle em todas as etapas da cadeia alimentar, desde a produção agrícola até o processamento, fabricação e preparação de alimentos, tanto em estabelecimentos comerciais quanto nas residências.

O contato entre bebês ou crianças pequenas com animais de estimação que podem estar transportando Salmonella (como gatos, cães e tartarugas) precisa de supervisão cuidadosa.

Algumas condutas simples podem evitar a contaminação, que incluem:

Lavar as mãos, antes, durante e depois de manipular ou consumir alimentos e, principalmente, após usar o banheiro;

Lavar bem os alimentos antes de consumir, especialmente frutas e verduras;

Não consumir alimentos crus, mal cozidos, ou conservados à temperatura ambiente nem os oferecidos por ambulantes em locais considerados de risco para a febre tifoide;

Evitar consumir alimentos em lanchonetes e restaurantes que apresentem condições precárias de higiene e conservação;

Beber somente água fervida ou engarrafada com gás e exigir que as garrafas sejam abertas na sua presença, quando suspeitar que as condições sanitárias e de higiene são precárias;

Informar-se sobre medidas de proteção que devem ser tomadas antes de viajar para lugares considerados de risco para a infecção pela Salmonella, inclusive sobre a necessidade de vacinar-se.

Mantenha-se atualizado sobre as doenças mais comuns da estação chuvosa lendo outros textos no blog da Saúde Estadual pelo endereço:

http://blog.saude.mg.gov.br/

Desinfecção por Infusão em solução com hipoclorito de sódio Crédito: Divulgação researchgate

Desinfecção por Infusão em solução com hipoclorito de sódio
Crédito: Divulgação researchgate

Olá! Você gostou do nosso texto? Que tal fazer parte da Força de Mobilização da SES/MG? 💪🏼👩🏾‍⚕

Não perca esta oportunidade de receber e compartilhar conteúdo de qualidade sobre saúde! 📢👨🏻‍⚕✅

Para fazer parte dessa lista, é importante: 📡

1° passo: 😎 clique no link e envie a mensagem:
http://bit.ly/saúdemg02

2° passo: salve o nosso número na sua lista de contatos.

Pronto! Seja bem vindo(a). 🤝🏼

IMPORTANTE: Não se trata de um grupo, você receberá as mensagens em uma conversa privada no seu whatsapp.

 

Deixe uma resposta