O QUE VOCÊ SABE SOBRE A RAIVA? MUITA ATENÇÃO!

By | 23 de agosto de 2021

Autor*: Pedro Otávio Oliveira Santos

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, da família Rhabdoviridaeque acomete mamíferos, inclusive o homem, e se caracteriza como uma encefalite progressiva e aguda com letalidade de aproximadamente 100%.

A diminuição no número de casos de raiva humana transmitida por cães e gatos doentes, nos últimos anos, deve-se, principalmente, às campanhas anuais de vacinação animal, além da indicação de profilaxia antirrábica humana oportuna!

Quer entender mais sobre a raiva? Acompanhe nosso post a seguir!

COMO A RAIVA É TRANSMITIDA?

A infecção pelo vírus da raiva ocorre a partir da mordedura, lambedura e/ou arranhadura de animais que possam estar contaminados, como gatos, cachorros e morcegos. É importante lembrar que o vírus da raiva pode ser encontrado na saliva dos animais doentes e, portanto, não apenas a mordida, mas também a lambedura e às vezes a arranhadura, podem levar o vírus para os seres humanos!

Depois que uma pessoa sofre algum acidente ou agressão por animais doentes suspeitos, por exemplo, é mordido por algum deles, os sintomas podem demorar meses a aparecer! A este tempo de espera para o início dos sintomas, damos o nome de período de incubação, que é o período em que o vírus penetra no organismo até o aparecimento dos sintomas.

Você sabia? O vírus da raiva é neurotrópico, ou seja, prefere o sistema nervoso, local em que ele produz os sintomas mais importantes!

COMO RECONHECER UM CÃO OU GATO RAIVOSO?

O animal fica com o comportamento diferente, geralmente pára de comer, procura ficar em locais mais escuros, tenta ingerir líquido, mas não consegue. Pode ficar agressivo, babar e seu latido normalmente fica rouco e prolongado como um uivo. O animal doente normalmente morre sete dias após o início dos sintomas.

COMO REAGIR EM CASO DE AGRESSÃO POR CÃO OU GATO? NÃO MACHUQUE E NEM MATE O ANIMAL!

Mantenha-o preso em local seguro, durante dez dias, com água e comida à vontade.

Evite contato próximo e não permita que outras pessoas e animais se aproximem dele.

A pessoa agredida deve lavar bem a ferida com água e sabão e PROCURAR UMA UNIDADE DE SAÚDE PRÓXIMA DE SUA CASA. SE O ANIMAL DESAPARECER OU MORRER, RETORNE IMEDIATAMENTE AO CENTRO DE SAÚDE!

COMO SE PREVENIR DA DOENÇA?

– Vacine seu cão e gato anualmente;

– Não deixe animais soltos nas ruas;

– Jogue o lixo no local correto, evitando assim o acesso desses animais;

– Não mexa com animais desconhecidos ou doentes;

– Não separe brigas de animais;

– Passeie com seu animal sempre preso em coleira;

Lembre-se! Quando houver acidente ou agressão por animais doentes, deve-se procurar de imediato a Unidade de Saúde mais próxima de sua casa!

Atenção! O risco de transmissão da doença pelo morcego é sempre elevado. Por isso, todo acidente com morcego é considerado grave!

 

VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA ANIMAL

23-08_caes

O Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais, através de seus programas de vigilância da raiva animal, estimulam e promovem campanhas para vacinação de cães e gatos contra a raiva uma vez por ano. Tal ação, gratuita e ofertada pelo SUS, permitiu uma queda importante no número de casos de raiva humana e animal. É importante lembrar que os animais domésticos devem ser vacinados todos os anos!

O mês de vacinação varia de acordo com cada município, entre em contato com a Secretaria de Saúde de seu município para saber melhor como funciona na sua região!

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS)

O tratamento profilático contra a raiva humana é ofertado pelo SUS, de forma gratuita, e encontra-se implantado em todos os municípios de jurisdição do estado de Minas Gerais, daí a importância de quando houver acidente ou agressão por animal doente, procurar imediatamente a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência para avaliação do profissional de saúde.

 

Referências