Author Archives: Pollyana Teixeira

DeuNaMídia: Programa Medicamento em Casa, da SES-MG, é destaque no Jornal Nacional

O Programa Medicamento em Casa foi destaque no quadro Solidariedade S/A do Jornal Nacional, da Rede Globo, nesta terça-feira (26/05). O Medicamento em Casa é um serviço oferecido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) em conjunto com a Defesa Civil de Minas Gerais de entrega de medicamentos em domicílio para pacientes do grupo de risco da COVID-19, por meio de parceria com a 99, empresa de mobilidade urbana.

Clique na imagem abaixo e assista:

Reprodução G1

Reprodução G1

#Meningite: SUS passa a oferecer vacina ACWY, nova forma de prevenção contra a meningite

meningite-bacteriana

Nesta sexta-feira (24/04) é celebrado o Dia Mundial de Combate à Meningite, data que nos convoca ao reforço da importância da vacinação, a melhor forma de prevenção contra a doença. A meningite é uma doença grave, que provoca inflamação das meninges – membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal, e que pode ser causada por vírus ou por bactéria.

O risco de contrair meningite é maior entre crianças menores de cinco anos, principalmente até 1 (um) ano. No entanto, pode acontecer em qualquer idade. No Brasil, a meningite é considerada uma doença endêmica. Casos da doença são esperados ao longo de todo o ano, com a ocorrência de surtos e epidemias ocasionais. A ocorrência das meningites bacterianas é mais comum no outono-inverno e das virais na primavera-verão.

Como dito anteriormente, a principal forma de prevenir a meningite é por meio da vacinação. E a partir deste ano de 2020, passa a estar disponível no Sistema Único de Saúde (SUS), a vacina ACWY, imunizante conjugado que protege contra quatro sorotipos de meningite bacteriana (a mais grave): A, C, W e Y, e que passa a ser aplicada em crianças de 11 e 12 anos. Atualmente, o SUS também oferece a vacina contra o sorotipo C, que é indicada para bebês: aos 3 e 5 meses e com reforço aos 12 meses.

Dessa forma, pais e responsáveis por crianças de 11 e 12 anos devem procurar a unidade básica de saúde mais próxima e garantir sua imunização contra a meningite com a nova vacina ACWY. A prevenção é o melhor remédio!

Funed abre processo seletivo emergencial na área de saúde

Nos dias 25 e 26 de março de 2020, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) receberá currículos para as funções de analista de laboratório (1), técnico em laboratório (4) e assistente administrativo (2), de acordo com o quadro de vagas abaixo:

CARGO NÍVEL / GRAU CARGA HORÁRIA SEMANAL FUNÇÃO VAGAS VENCIMENTO BÁSICO*
AST I SUPERIOR 40 horas Analista em Laboratório 1 R$ 3.464,43
TST II TÉCNICO 40 horas Técnico em Laboratório 4 R$ 1.700,03
TST I MÉDIO 40 horas Assistente Administrativo 2 R$ 1427,73
* Vencimento Básico por cargo conforme Lei 21.726/2015. Excluídas vantagens inerentes à função exercida e local de atuação, a serem informadas na etapa de contratação

Os currículos devem ser enviados para o e-mail: dgpinloco@funed.mg.gov.br, e preenchidos conforme modelo disponibilizado no Anexo I do Chamamento Público Emergencial nº 1, juntamente com a documentação comprobatória, para atuarem na Funed, por meio de contratação temporária e imediata de profissionais.

O contrato será por tempo determinado de até 120 (cento e vinte) dias, para prestação de serviços técnicos especializados na área de saúde e somente serão considerados aptos a participarem desta seleção, os candidatos que apresentarem como pré-requisitos:

  • para a função de Analista em Laboratório: conclusão do curso de graduação de nível superior em Farmácia/Bioquímica; ou Biologia ou Biomedicina concluído em instituição de ensino reconhecida pelos sistemas federal ou estaduais de ensino e devidamente registrado no Conselho de Classe para atuação no Serviço de Virologia Riquetsioses (SVR);
  • para a função de Técnico em Laboratório: conclusão do curso Técnico em Patologia Clínica; ou Análises Clínicas; ou Biotecnologia concluído em Instituição reconhecida pelo sistema Federal ou Estaduais de ensino para atuação no Serviço de Virologia Riquetsioses (SVR);
  • para a função de Técnico em Laboratório: conclusão do curso Técnico em Patologia Clínica ou Análises Clínicas; concluído em Instituição reconhecida pelos sistema Federal ou Estaduais de ensino para atuação no Serviço de Gerenciamento de Amostras Biológicas (SGAB);
  • para a função de Assistente Administrativo: comprovação de conclusão de Ensino Médio Completo, certificado por instituição de ensino reconhecida pelo sistema federal ou pelos sistemas estaduais ou municipais de ensino para atuação no Serviço de Gerenciamento de Amostras Biológicas (SGAB).

Os candidatos que não apresentarem os comprovantes relativos ao pré-requisito serão automaticamente excluídos do processo.

Confira neste link o edital de Chamamento Público, o modelo de currículo padrão, quadro de vagas, de atribuições e distribuição de pontos.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS:

Mais informações: www.funed.mg.gov.br

#DiaMundialDoRim: Saiba como cuidar dos rins e ficar longe das doenças renais

Neste dia 12 de março é celebrado o Dia Mundial do Rim. Mas, você sabe qual a importância desse órgão para o bom funcionamento do corpo? Primeiro para quem ainda não sabe, a palavra rim vai para o plural porque temos dois. E eles ficam na região posterior do abdômen, um na direita e outra na esquerda.

Os rins são fundamentais no funcionamento do corpo. Eles filtram o sangue para controlar a quantidade de água e de sal no corpo, eliminar toxinas, ajudar a controlar a hipertensão arterial e produzir hormônios que impedem a anemia e a descalcificação óssea, além de eliminar medicamentos e outras substâncias ingeridas.

Logo oficial Dia Mundial do Rim 2020 | Sociedade Brasileira de Nefrologia

Logo oficial Dia Mundial do Rim 2020 | Sociedade Brasileira de Nefrologia

É por suas inúmeras funções que os rins precisam estar saudáveis. Rins doentes ocasionam as chamadas doenças renais, motivo de preocupação em todo o mundo, por conta do crescente aumento de casos. A prevenção das doenças renais crônicas está diretamente relacionada a estilos e condições de vida das pessoas. Tratar e controlar os fatores de risco como diabetes, hipertensão, obesidade, doenças cardiovasculares e tabagismo são as principais formas de prevenir doenças renais.

No Sistema Único de Saúde (SUS), a prevenção e tratamento da Doença Renal Crônica conta com a Rede de Atenção à Saúde das Pessoas com Doenças Crônicas, na Atenção Básica e Especializada, com a realização de transplantes.

É papel da Atenção Básica a atuação na prevenção dos fatores de risco e proteção para a doença renal crônica. Os profissionais de saúde desse nível de atenção devem estar preparados para identificar, por meio da anamnese e do exame clínico, os casos com suspeita e referenciá-los para a Atenção Especializada para investigação diagnóstica definitiva e tratamento.

A Atenção Especializada, por sua vez, é composta por unidades hospitalares e ambulatoriais, serviços de apoio diagnóstico e terapêutico responsáveis pelo acesso às consultas e exames especializados.

Áudio: Cuidados básicos ajudam na prevenção contra o coronavírus

Com a confirmação de casos de coronavírus no Brasil e em Minas Gerais, o alerta é para que as pessoas reforcem cuidados básicos que podem ajudar a evitar a contaminação pelo vírus. Sobre o assunto, confira o bate-papo com a Diretora de Vigilância de Agravos Transmissíveis da SES-MG, Janaína Fonseca Almeida:

#MobilizaçãoSocial: AeC promove ação de conscientização na prevenção às IST’s

Em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), a AeC, empresa do setor de atendimento ao cliente, promoveu ação de mobilização junto a seus funcionários sobre prevenção de IST’s e HIV. O público, em sua maioria na faixa etária de 18 a 25 anos, recebeu preservativos e material informativo da campanha desenvolvido pela SES-MG.

Com o tema “Camisinha. Em qualquer bloco, ela veste bem”, a campanha e o material desenvolvido e distribuído aos parceiros de mobilização da SES-MG, tem como objetivo estimular o uso da camisinha como forma de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis.

#Podcast: Sífilis e resistência a antibióticos entre jovens

Desde 2010, quando se tornou obrigatória a notificação de casos de sífilis no Brasil, os números demonstram um aumento persistente. O Ministério da Saúde divulgou em outubro de 2019, os dados de seu boletim epidemiológico, que atestam que entre 2017 e 2018, o número de casos aumentou 28,3%. Para se ter uma ideia da gravidade da situação, no período de 2010 a junho de 2019, foram notificados, no Sistema de Informação de Agravos de Notificação – Sinan, 650.258 casos de sífilis adquirida.

A sífilis é considerada uma Infecção Sexualmente Transmitida (IST) causada pela bactéria Treponema pallidum. Uma das características da sífilis é que ela pode levar meses ou anos no organismo da pessoa infectada. Para falar sobre essa IST, o projeto Fiocruz no Ar ouviu o médico e professor adjunto do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Gabriel Osanan, que explica os riscos do não tratamento da doença.

Sobre o Projeto Fiocruz no Ar

O Projeto Fiocruz no Ar produz podcasts para serem distribuídos para rádios interessadas em veicular – gratuitamente – informação de qualidade, tendo como referência a expertise de 120 anos da Fundação Oswaldo Cruz – FIOCRUZ, do Ministério da Saúde.

Ouça e compartilhe!

Boletim “Fiocruz no ar”, da Fundação Oswaldo Cruz, com o tema “Sífilis e resistência a antibióticos entre jovens”.

SoundCloud Fiocruz no Ar | RadioTube Fiocruz no Ar

#VideoAula: Panorama Alimentar e Nutricional no Brasil: políticas e desafios na APS

FlyerVideaula3_Vfinal

Na próxima quarta-feira, 19 de fevereiro, acontece a terceira vídeo-aula da jornada de educação permanente em Gestão da Gestão da Atenção Primária à Saúde. Com o tema “Panorama Alimentar e Nutricional no Brasil. Políticas e desafios na APS”, o encontro encerra essa série de vídeo-aulas promovidas pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) em parceria com a ENSP Fiocruz, voltadas aos profissionais APS.

Segue abaixo as orientações para acesso a videoaula:

1. Acessar o link: http://conferenciaweb.rnp.br/webconf/ensp-fiocruz com antecedência mínima de 15 minutos.

2. O certificado de participação será emitido após responder um breve questionário on-line sobre a aula e a avaliação da atividade. Não esqueça de informar o e-mail para recebimento.

3. O acesso a plataforma funciona apenas com conexão pelo computador.

Para mais informações ou dúvidas: disseminavanpmafiocruz@gmail.com

#AlertaChuva: Cemig orienta sobre segurança com a rede elétrica durante enchentes

por Agência Minas

Imagem Cemig

Imagem Cemig

Devido às fortes chuvas dos últimos dias em Minas Gerais, muitas cidades do estado estão sendo afetadas pelas enchentes. Nessas condições, é necessário que a população redobre os cuidados com a rede elétrica, para evitar acidentes, choques ou perdas dos equipamentos.

O engenheiro de segurança do trabalho da Cemig, Demetrio Aguiar, destaca que água e energia elétrica não combinam. “Caso as pessoas se deparem com um fio partido, elas não podem se aproximar ou tocar no cabeamento e, se possível, também não devem permitir que outras pessoas se aproximem. A recomendação é telefonar imediatamente para o Fale com a Cemig, pelo telefone 116, que funciona 24 horas por dia”, afirma. O especialista ressalta, ainda, que somente os profissionais autorizados pela companhia podem fazer intervenções na rede elétrica.

Ao deixar a casa por causa das enchentes, é importante que o cliente desligue os disjuntores e também retire os equipamentos das tomadas. Para evitar danos aos equipamentos, é aconselhável ainda que eles sejam depositados em locais mais altos, pois assim se evita que a água atinja os circuitos internos dos aparelhos.

Depois que as águas baixarem, ao retornar para a residência que foi alagada, os moradores precisam verificar se a energia está, de fato, desligada. De acordo com Demetrio Aguiar, antes de ligar a energia, é fundamental realizar uma vistoria nas instalações elétricas. “A água pode entrar na tubulação elétrica e, por isso, a população precisa contratar um eletricista experiente para realizar essa vistoria, tanto nas instalações quanto nos equipamentos”, alerta.

Atenção

Outro possível cenário de acidente é quando o fio elétrico se rompe e cai sobre um veículo. Nesse tipo de situação, os ocupantes do veículo devem permanecer dentro do carro até a chegada da Cemig para que o circuito elétrico seja devidamente isolado e aterrado, para garantir o resgate com segurança.

“É importante ressaltar que o abandono do veículo somente deve ser feito em caso de incêndio nos pneus ou lataria. Caso contrário, é mais seguro permanecer no seu interior até a chegada da Cemig e Corpo de Bombeiros”, orienta Demetrio.

O mesmo cuidado deve ser tomado em caso de queda de árvores sobre as vias públicas, pois elas podem cair sobre a rede elétrica e trazer consigo fios possivelmente energizados que ficam escondidos entre as folhas e podem causar acidentes graves.

Confira outras dicas da Cemig para evitar acidentes com água e energia elétrica:

  • Não encoste em postes ou estruturas elétricas para se proteger das inundações;
  • Nunca toque em aparelhos elétricos com as mãos ou os pés úmidos;
  • Jamais tente desligar ou religar energia da rede elétrica da Cemig por conta própria;
  • Não tente carregar aparelhos móveis como celulares e tabletes em locais úmidos;
  • Se houver a necessidade de utilizar o telefone durante as tempestades, a melhor opção é o aparelho sem fio ou o celular, desde que o mesmo não esteja conectado na tomada;
  • Evite a permanência em lajes altas ou locais descampados, jamais se abrigue embaixo de árvores e evite o uso do chuveiro elétrico;
  • Tampas de caixas d’água, telhas e quaisquer outros materiais que podem ser levados com o vento devem ser bem afixados para impedir que atinjam pessoas, veículos e também as redes elétricas;
  • É importante acompanhar a previsão meteorológica e, em caso de tempestades, evitar sair de casa;
  • Evite locais sujeitos a alagamento.

#PICS: SES-MG lança Diretrizes para Auriculoterapia no Apoio a Cessação do Tabagismo

auri-3-750x430

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulga as Diretrizes para Auriculoterapia no Apoio a Cessação do Tabagismo. O objetivo do material é auxiliar profissionais de saúde na articulação de ações que sejam integrais, multiprofissionais, e que possam auxiliar na abordagem do fumante para a cessação do tabagismo, por meio das Práticas Integrativas e Complementares.

A auriculoterapia é uma prática terapêutica pertencente à medicina tradicional chinesa, que tem sido utilizada como ferramenta eficiente para tratar questões comportamentais. As diretrizes visam integrar os cuidados terapêuticos, estimulando potenciais de cura e fortalecendo a saúde, além de contribuir para mudanças no estilo de vida, através da aquisição de hábitos saudáveis de vida. Clique aqui e acesse as Diretrizes para Auriculoterapia no Apoio a Cessação do Tabagismo.

#EaD: Promoção do ganho de peso adequado na gestação é tema de novo curso

com informações da UNA-SUS/UFSC

_willpower_-nappy-

As matrículas podem ser realizadas até 30 de novembro. O curso é mais uma ação da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição

Com o objetivo de capacitar os profissionais de saúde para o acompanhamento e orientações quanto à nutrição adequada da gestante, visando à prevenção e ao controle do sobrepeso e da obesidade, o curso aborda a importância da manutenção do ganho de peso gestacional adequado na saúde da mulher. Com carga horária de 30 horas, o curso é voltado para profissionais de saúde. A qualificação é organizada pela Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) da Secretária de Atenção Primária (Saps/MS) e ofertada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UNA-SUS/UFSC).

Serão abordadas estratégias importantes na avaliação nutricional e orientação de uma alimentação adequada e saudável na garantia de uma gestação saudável, além da prevenção de sobrepeso e obesidade. O curso é organizado em três unidades. A primeira aborda o papel do estado nutricional pré-gestacional e gestacional na prevenção do sobrepeso e da obesidade, tanto em curto quando em longo prazo, além de trazer a importância de uma alimentação adequada e saudável ao longo da gestação. Na segunda unidade, examinam-se os instrumentos de avaliação nutricional, as formas de monitoramento e acompanhamento do ganho de peso gestacional, assim como as principais recomendações alimentares voltadas para as gestantes. Por fim, apresentam-se propostas de ações coletivas de educação nutricional na gestação para prevenção do sobrepeso e da obesidade com enfoque na Atenção Primária à Saúde, espaço preferencial para o desenvolvimento desse tipo de ações.

Inscrições aqui