Category Archives: FAQ

#FAQ: Tire todas as suas dúvidas sobre a Febre Amarela

A Febre Amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por mosquitos, tanto em áreas urbanas quanto silvestres. Em área silvestre, os principais vetores são os mosquitos Haemagogus e Sabethes. A vacina contra a doença está disponível, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), em todas as unidades de saúde, e… Leia mais »

#FAQ: Você já ouviu falar em transtorno dos jogos eletrônicos e como isso pode afetar a saúde?

O transtorno dos jogos eletrônicos (tradução livre de gaming disorder) é definido no rascunho da 11ª Revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-11) como um padrão comportamental que prejudica a capacidade de controlar a prática de jogos eletrônicos, de modo a priorizá-los em detrimento de outras atividades – ao… Leia mais »

#FicaADica: Uso de fogos de artifício nas festas de fim ano deve ser feito com responsabilidade

Artefato muito usado nas comemorações de fim de ano, os foguetes de mão e fogos de artifício, podem provocar acidentes, se utilizados da maneira incorreta. Segundo dados da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), nesse período de Natal e Ano Novo, o Hospital João XXIII (HJXXIII), referência estadual para o tratamento de queimaduras,… Leia mais »

#FAQ: Tire suas dúvidas sobre o Teste Rápido de HIV

Muita gente não sabe, mas a infecção pelo HIV pode ser detectada com, pelo menos, 30 dias a contar da situação de risco. Isso porque o exame (o laboratorial ou o teste rápido) busca por anticorpos contra o HIV no sangue. Esse período é chamado de janela imunológica. O diagnóstico da infecção pelo HIV é… Leia mais »

#Quiz: ‘Pega’ ou ‘Não Pega’? Veja se você sabe mesmo tudo sobre HIV/Aids!

As Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’S), dentre elas o HIV/Aids, são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos. São transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual (oral, vaginal, anal) sem o uso de camisinha masculina ou feminina com uma pessoa que esteja infectada. A transmissão de uma IST pode acontecer, ainda, da mãe para a criança durante… Leia mais »

#SexoSeguro: Vamos tirar as dúvidas sobre a camisinha feminina?

Você sabia que o Sistema Único de Saúde (SUS) também distribui a camisinha feminina? Sim! E tal como a opção masculina, o preservativo feminino também serve para se prevenir contra a HIV/Aids, hepatites virais e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST’s), bem como evitar uma gravidez indesejada. O preservativo feminino tem um formato e um modo de usar bem diferente da… Leia mais »

#DoençaFalciforme: SUS oferece tratamento para a doença

A Doença Falciforme (DF) é uma das doenças hereditárias mais comuns no mundo. A mutação teve origem no continente africano e pode ser encontrada em populações de diversas partes do planeta, com altas incidências na África, Arábia Saudita e Índia. No Brasil, devido à grande presença de afrodescendentes, que é uma das bases da população… Leia mais »

#Curiosidade: Por que é importante se prevenir contra o sarampo?

Com a proximidade das férias e um fluxo maior de famílias em viagens, um assunto que sempre gera dúvidas é quanto à imunização e prevenção de determinadas doenças. Atualmente, é muito importante falar do sarampo, que têm apresentado alguns casos no exterior. Por isso, o Blog da Saúde MG esclarece dúvidas e ressalta a importância de… Leia mais »

#Ciência: Portal interativo reúne informações sobre xistose para crianças

Você já ouviu falar em xistose, doença do caramujo ou barriga d’água? Esses são os nomes mais populares da esquistossomose, doença que atinge cerca de 200 milhões de pessoas em todo o mundo. Causada pelo parasito Schistosoma mansoni, no Brasil, estima-se que aproximadamente 9 milhões de pessoas estejam infectadas. Envolvidos com a questão da transmissão… Leia mais »

#FAQ : O que é preciso saber sobre o tratamento da Doença Falciforme?

Nesta segunda-feira (19/06) é celebrado o Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme. A data tem o objetivo de sensibilizar a população sobre o tratamento oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e, desse modo, e reduzir as taxas de morbidade e mortalidade da doença. Apesar de existirem cerca de 60 mil pessoas no… Leia mais »